Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Exclusivo

CASO DESK: MPF apresenta denúncia por desvios de recursos na aquisição de carteiras pelas gestões de Ricardo Coutinho e de Zé Maranhão

MPF apresentou denúncia contra sete investigados, por desvios de recursos na aquisição de carteiras pela gestão de Ricardo Coutinho​ no Governo do Estado.

Na denúncia assinada pelo procurador da República, Yordan Moreira Delgado, o MPF abre espaço para a defesa dos denunciados e também pede intimação de 14 testemunhas para depoimentos. (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo/Ilustrativa)

Por

O Ministério Público Federal na Paraíba denunciou sete pessoas no Caso Desk. O MPF apresentou denúncia contra sete investigados, por desvios de recursos na aquisição de carteiras pelas gestões de Ricardo Coutinho  e de Zé Maranhão no Governo do Estado, segundo informações obtidas pelo ClickPB, nesta quinta-feira (6).

Na denúncia assinada pelo procurador da República, Yordan Moreira Delgado, o MPF abre espaço para a defesa dos denunciados e também pede intimação de 14 testemunhas para depoimentos.

Segundo o MPF-PB, "a acurada investigação realizada pela Polícia Federal constatou a prática de diversas irregularidades, com ofensas a vários dispositivos normativos do Sistema de Registro de Preços, perpetradas pelos servidores públicos denunciados que permitiram direcionar as contratações para as empresas DESK e DELTA, em detrimento do interesse público, causando prejuízo ao erário (pelo superfaturamento praticado) e desvio de recursos públicos (peculato) através de vantagem financeira indevida para as empresas, cujos representantes legais, os denunciados FÁBIO MAGID BAZHUNI MAIA e FABIOLA BAZHUNI MAIA VASSALO, possuíam pleno conhecimento das ilicitudes praticadas que levavam à contratação de suas empresas."

"O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo procurador da República que ao final subscreve, no exercício de suas atribuições constitucionais e legais, nos termos do art. 129, I, da Constituição da República, e com fundamento no Inquérito Policial em epígrafe, vem, perante Vossa Excelência, oferecer DENÚNCIA em desfavor de:

  1. FRANCISCO DE SALES GAUDÊNCIO;
  2. TEREZINHA DA COSTA FERNANDES;
  3. ANIEL AIRES DO NASCIMENTO
  4. AFONSO CELSO CALDEIRA SCOCUGLIA;
  5. BRUNO RICELLI ARAÚJO FREIRE;
  6. FABIO MAGID BAZHUNI MAIA;
  7. FABIOLA BAZHUNI MAIA VASSALO."


Confira a denúncia na íntegra

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Internado em São Paulo, José Aldemir apresenta melhora e deixa intubação

Motorista perde controle e carro de luxo invade prédio de universidade na Paraíba

Medow assina Termo de Ajustamento de Conduta para realização das lives d’O Maior São João do Mundo

Empresa aérea deve pagar indenização de R$ 5 mil por atraso de voo