Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Coronavírus

Casos de Covid-19 em Campina Grande aumentam 130% em uma semana e pesquisa da UFCG prevê 14 mil infectados até dezembro

Segundo o relatório, o estado registrou um aumento no número de novos casos desde a última semana, algo em torno de 21%.

A pesquisa que foi publicada na última segunda-feira (23) analisa dados do crescimento da doença e revelou que casos de Covid-19 em Campina Grande aumentaram 130% em uma semana. ​​ (Foto: reprodução)

Por

Um relatório sobre os número da pandemia de Covid-19 feito pelo pesquisador e professor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Josenildo Brito de Oliveira, prevê que até o próximo sábado (28) a Paraíba alcançará os 146.284 casos da doença, registrando 3.282 óbitos. Segundo a pesquisa obtida pelo ClickPB,  Campina Grande possivelmente chegará aos 14.536 casos, com 416 mortes contabilizadas.

A pesquisa que foi publicada na última segunda-feira (23) analisa dados do crescimento da doença e revelou que casos de Covid-19 em Campina Grande aumentaram 130% em uma semana. 

De acordo com o pesquisador, os dados preocupam e servem de alerta para a possibilidade de uma segunda onda. Segundo o relatório, o estado registrou um aumento no número de novos casos desde a última semana, algo em torno de 21%. Campina Grande apresentou crescimento ainda mais alarmante: dentro de uma semana, os registros de novos casos da Covid-19 subiram 130%.

“A Paraíba já havia aumentado na semana anterior, 44%, e segue em alta. Campina Grande também preocupa. Pela curva que se vê no gráfico de novos casos, é possível pensar, sim, que há uma tendência de início de uma segunda onda da pandemia na cidade”, explicou o professor. 

O projeto estuda dados obtidos através do site da Universidade Johns Hopkins (EUA) e do Ministério da Saúde e governos de PB e SP com a colaboração do estudante Pedro Barbosa (UAEP/CCT).

Na tabela a seguir é possível identificar as projeções para os próximos 14 dias com a estimativa até 5 de dezembro e o número de possíveis infectados e óbitos.



Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Secretaria de Saúde realiza busca ativa para aplicação de vacinas nesta terça-feira, em Campina Grande

Prefeitura vacina público com segunda dose das vacinas Astrazeneca e Coronavac nesta terça-feira

Prefeito de Cajazeiras, José Aldemir, tira licença de 15 dias para tratamento contra a Covid-19

Em ritmo de quadrilha junina, paciente que se recuperou da Covid-19 recebe alta em Hospital de Cajazeiras