Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Denúncia

CONCURSO CONTAMINADO: Secretária de Saúde de Lucena é aprovada no 2º lugar como enfermeira em concurso que ajudou a organizar

Em consulta aos dados disponíveis no Sagres, é possível constatar que Maria Eleidiane ocupa o cargo comissionado de secretária recebendo pagamento pelo Fundo Municipal de Saúde.

A secretária ainda ficou na segunda posição dentre os aprovados, tendo conquistado a nota final de 63 pontos (Foto: Clilson Júnior)

Por

A Prefeitura de Lucena, no Litoral Norte da Paraíba, foi alvo de novas suspeitas em irregularidades pelos concurseiros. Desta vez, o alvo das denúncias que chegaram ao ClickPB é o processo seletivo que foi feito para preenchimento de vagas na área de saúde.

Acontece que a secretária de Saúde, Maria Eleidiane Soares Mamede Coutinho, foi aprovada para o cargo de enfermeira do SAMU. Ela ainda ficou na segunda posição dentre os aprovados, tendo conquistado a nota final de 63 pontos. O processo seletivo oferece o total de cinco vagas para o cargo de enfermeiro.


Em consulta aos dados disponíveis no Sagres, sistema do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), é possível constatar que Maria Eleidiane ocupa o cargo comissionado de secretária recebendo pagamento pelo Fundo Municipal de Saúde. No mês de dezembro, último registro disponível no sistema, o seu salário foi de R$ 8 mil, somando o 13º ao seu vencimento normal. Já o salário inicial pago para o cargo de enfermeiro do SAMU é de R$ 1.200 + 20% de adicional de insalubridade, segundo o edital.


O fato levantou suspeitas entre os candidatos ao processo seletivo, já que ela nunca teria se desligado do cargo, mesmo durante o processo seletivo. Em edições de 2019 do Diário Oficial do Município de Lucena, Maria Eleidiane, continua assinando extratos relacionados ao seu cargo, o que comprova a continuidade na posição.

O processo seletivo foi de responsabilidade da empresa Contemax. O prefeito da cidade, Marcelo Sales de Mendonça, foi o responsável pela contratação da empresa para a efetivação do processo.

Na última semana, o ClickPB noticiou a suspeita de irregularidades no concurso da Prefeitura de Lucena. O procurador-geral do Município, Francisco Carlos Meira da Silva, consta na lista de inscritos. Ele concorre com outros candidatos justamente para o cargo de procurador, posição em que atuava até o fim de 2018.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

TCE-PB aprova as contas de Luís Tôrres

Bruno Cunha Lima não descarta filiação ao PSD

Prefeituras são alvos de inquérito por aumentar salários de servidores com diplomas de universidade irregular

Gasolina apresenta alta de R$ 0,50 e litro chega a R$ 4,59 em João Pessoa