Luxo

OSTENTAÇÃO: operação encontra fogão avaliado em R$ 80 mil na granja do Padre Egídio, em Conde

Uma verdadeira ostentação somente na cozinha do religioso considerada de alto luxo.

OSTENTAÇÃO: operação encontra fogão avaliado em R$ 80 mil na granja do Padre Egídio, em Conde

Fogão é avaliado em R$ 80 mil — Foto:Reprodução

O que o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado da Paraíba, encontrou na casa do Padre Egídio de Carvalho – ex-diretor do Hospital Padre Zé -, é de espantar qualquer socialite. Uma verdadeira ostentação somente na cozinha do religioso, considerada de alto luxo. 

Para se ter uma ideia, o fogão que ele utilizava está avaliado em nada mais, nada menos, que R$ 80 mil. Conforme apurou o ClickPB, o eletrodoméstico estava na granja dele, localizada no município de Conde.

Todo moderno e cheio de aparelhagens dignas de uma restaurante luxuoso, o eletrodoméstico é cheio de botões controladores de aquecimento e tem pegadores que, ao longe, parecem até ser revestidos de ouro.

Uma busca rápida na internet e é possível achar o fogão Lofra Dolcevita por 78.390,00, à vista. Na compra a prazo, os juros tornam o equipamento ainda mais caro.

Na descrição do fogão postada pela loja, na internet, até as palavras são sofisticadas. “Seu requintado design vintage é formado por puxadores e botões em robusto latão, relógio analógico com 4 funções, porta do forno com vidro em curva, rodapé em aço inox escovado igual ao da mesa e brasão Lofra em latão maciço”.

O luxuoso fogão tem, ainda, o forno auxiliar de 35 litros com 4 funções e grills infravermelhos com controle de temperatura para preparar facilmente churrascos, grelhados e gratinados. 

Tem também, queimadores profissionais de alta tecnologia com acionamento sequencial das chamas internas e externas, que proporcionam calor sob medida.

Além do fogão, foram encontrados na casa do padre, garradas de vinhos que somados os valores chegam a quase R$ 30 mil.

Padre Egídio foi alvo de uma operação deflagrada nesta quinta-feira (05) para investigar desvios de recursos públicos destinados a fins específicos, por meio da falsificação de documentos e pagamento de propinas a funcionários vinculados às referidas entidades.

Leia mais:

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

No Altas Horas, Chico César relembra época que trabalhava em loja na Paraíba

2

Paraíba

VÍDEO: influencer de 94 anos viraliza com conteúdo em que elogia João Pessoa

3

Paraíba

VÍDEO: ônibus perde o controle e tomba na BR-230 em Sobrado

4

Paraíba

Nilvan discute prioridades para os jovens durante plenária

5

Paraíba

Cidade na Paraíba com 4 mil habitantes gasta quase R$ 1 milhão com shows