Bananeiras

Delegado aponta dificuldade em traçar linha de investigação no caso Sophia: “não encontramos nenhum vestígio”

Já foram citados um possível sequestro e até o fato de que alguém próximo da família pode estar envolvido. Contudo, nada ainda foi confirmado.

Delegado aponta dificuldade em traçar linha de investigação no caso Sophia: "não encontramos nenhum vestígio"

Câmeras registraram os últimos momentos de Sophia antes do desaparecimento — Foto:Reprodução

A Polícia Civil ainda não conseguiu determinar uma linha investigatória específica para o caso da menina Ana Sophia Gomes dos Santos, que desapareceu no último dia 4, no Distrito de Roma, em Bananeiras, Brejo paraibano. Segundo o delegado Thiago Cavalcante, em entrevista ao ClickPB, a dificuldade de conseguir essa linha de investigação consiste no fato de que nenhum vestígio da criança foi encontrado até agora.

“Não conseguimos encontrar nenhum vestígio dela. Não tem como estabelecer hipóteses do que poderia ter acontecido com ela, se houve alguma violência ou não. Se tivéssemos encontrado alguma coisa seria mais fácil traçar uma linha de investigação”, ressaltou.

Desde o desaparecimento de Sophia, um efetivo policial foi designado para efetuar buscas na região. Porém, oito dias depois, não há nenhum sinal do que poderia ter ocorrido. Já foram citados um possível sequestro e até o fato de que alguém próximo da família pode estar envolvido. Contudo, nada ainda foi confirmado.

Um efetivo superior a 100 homens e mulheres está empregado nas buscas. A Polícia Civil conta com reforço da delegacia especializada de Homicídios da capital, com Departamento de Desaparecidos, dando apoio às investigações da 21ª Delegacia Seccional, e oitivas de testemunhas, familiares e vizinhos da criança. 

Os bombeiros militares estão atuando com canil, quadriciclos, drones e mergulhadores, que procuraram sinais da menina em seis mananciais. Todos os recursos possíveis estão sendo utilizados. O Grupamento Tático Aéreo (GTA) da Sesds segue dia após dia saturando toda a área, pois a região onde a menina foi vista pela última vez apresenta aspectos geográficos peculiares de difícil acesso. 

Informações

A população também pode contribuir com informações que levem à Ana Sophia, por meio do Disque-Denúncia 197. A ligação é gratuita e o anonimato e sigilo são garantidos.

Leia mais:

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Dois jovens são assassinados a tiros em comunidade de Cabedelo

2

Paraíba

Condenado a 20 anos de prisão, Ruy Carneiro diz que recebeu com ‘estranheza’ divulgação da sentença do caso Desk e afirma ser ficha limpa

3

Paraíba

Aposta de Esperança ganha R$ 132,8 mil na Mega-Sena; prêmio principal acumulou

4

Paraíba

Motociclista morre após colidir com animal em Catolé do Rocha

5

Paraíba

Jornalista Agnaldo Almeida morre em João Pessoa