Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Entrevista

Diretora e médica do Hemocentro falam sobre queda na doação de sangue e temem que pessoas morram por estoque 'zerado'

O Hemocentro inicia nesta semana uma campanha para incentivar os condomínios a se engajar e agendar coleta no próprio local.

Outra iniciativa é o agendamento da doação por telefone, já que a instituição passa por algumas adequações para evitar aglomeração de gente. (Foto: Walla Santos)

Por

A diretora-geral do Hemocentro da Paraíba, Shirlene Gadelha, e a médica hematologista Sandra Sibele concederam entrevista ao vivo ao jornalista Eliseu Lins neste domingo (5) para falar sobre a queda na doação de sangue, as campanhas que a instituição estão fazendo para manter o estoque e o temor de que pessoas possam vir a falecer por falta de sangue.

O Hemocentro inicia nesta semana uma campanha para incentivar os condomínios a se engajar e agendar coleta no próprio local. Outra iniciativa é o agendamento da doação por telefone, já que a instituição passa por algumas adequações para evitar aglomeração de gente.

As duas profissionais também abordam assuntos como as restrições para quem teve contato com alguém com suspeita e tirou muitas dúvidas dos internautas que a todo momento queriam mais informações sobre o assunto.

A conversa está disponível no Instagram do portal ClickPB.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Paraíba registra um óbito, 66 novos casos e 26% de ocupação de leitos Covid-19

Sessenta crianças do município de Lucena tomaram vacina contra Covid-19 para adultos, diz Geraldo Medeiros

Crianças imunizadas indevidamente em Lucena serão avaliadas e revacinadas no período de 30 dias, diz secretário de Saúde da Paraíba

Passageiros protestam contra cancelamento de voos e falta de funcionários da empresa Azul no Aeroporto Castro Pinto, na Paraíba