Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Vídeo

Dois homens discutem em grupo do WhatsApp por política, marcam encontro e trocam socos e empurrões no meio da rua em Remígio

Os dois envolvidos na briga foram levados para a delegacia de polícia, mas nenhum quis registrar denúncia contra o outro.

Algumas pessoas que passavam pelo local decidiram intervir e apaziguar a situação (Foto: Reprodução)

Por

Uma briga em frente à igreja da cidade de Remígio chamou atenção dos transeuntes na manhã desta sexta-feira (03). Um agrônomo, de 52 anos de idade, e um empresário, de 60 anos, chegaram às vias de fato e trocaram socos e empurrões em plena via pública após terem discutido por assuntos políticos em um grupo de WhatsApp.

O caso foi registrado em vídeo que o ClickPB teve acesso e, rapidamente, viralizou nas redes sociais devido à peculiaridade do caso. O Major Benevides explicou ao ClickPB que os dois homens apoiam candidatos opositores na cidade. Eles iniciaram uma discussão em um grupo de WhatsApp e marcaram um encontro presencial para resolver as diferenças. Quando chegaram ao local marcado, em frente à Igreja Matriz, às 9h, desceram dos veículos e iniciaram uma luta corporal.


Quando a briga começou a se intensificar e as agressões ficaram mais fortes, algumas pessoas que passavam pelo local decidiram intervir e apaziguar a situação. Os dois brigões foram afastados e a luta foi encerrada.

A Rádio Patrulha da Polícia Militar foi acionada por populares que presenciaram a confusão e foi até o local, de acordo com o major Benevides, constatando a luta corporal. Os dois envolvidos na briga foram levados para a delegacia de polícia, mas nenhum quis registrar denúncia contra o outro.


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Prefeitura de João Pessoa inicia nesta quinta-feira grande ação de zeladoria no Centro Histórico da Capital

Mais de 100 socieducandos se matriculam nas escolas cidadãs integrais para o ano letivo 2022

Novos conselheiros do Comad são empossados em João Pessoa para o biênio 2022/2023

Farmácias, clínicas e laboratórios são notificados para explicar preços de testes de Covid-19 em João Pessoa