EXCLUSIVO

Empresa de segurança alvo de operação da Polícia Federal recebeu mais de R$ 150 mil em contratos com prefeituras paraibanas

A informação foi obtida pelo ClickPB por meio de cruzamento de dados do CNPJ da empresa com informações obtidas no sistema do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB).

Empresa de segurança alvo de operação da Polícia Federal recebeu mais de R$ 150 mil em contratos com prefeituras paraibanas

O Portal ClickPB disponibiliza o e-mail [email protected] caso os citados desejam se pronunciar sobre o caso. — Foto:Reprodução

A empresa de segurança que o endereço foi alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) na manhã desta quinta-feira (27), no município de Remígio, recebeu mais de R$ 150 mil de prefeituras paraibanas desde o ano da sua criação, em 2017. A informação foi obtida pelo ClickPB por meio de cruzamento de dados do CNPJ da empresa com informações obtidas no sistema do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB). 

De acordo com o Sagres Online, os serviços foram contratados entre junho de 2018 e dezembro do ano passado com ao menos 13 municípios, totalizando R$ 162.295,00 de valor empenhando e  R$ 155.045,00 de pagamento. Segundo apurou a reportagem, os contratos foram prestação de serviço em diversas festas, a exemplo: São João, emancipação política e festas de Natal. 

Como trouxe o ClickPB, a operação ‘Benu’ cumpriu na manhã de hoje 19 mandados nos municípios de Campina Grande, Remígio e Areia, nas regiões do Agreste e Brejo, respectivamente. A empresa é acusada de oferecer serviços de segurança privadas, inclusive escolda armada, sem que a atividade fosse registrada e fiscalizada pela Polícia Federal. 

Não foi detalhado, até o momento, se a irregularidade ocorria desde a data de criação da empresa, há exatos seis anos, ou posteriormente. A reportagem entrou em contato com número disponibilizado pela empresa em uma rede social, porém as ligações foram encaminhadas apara a caixa de recados. 

O Portal ClickPB disponibiliza o e-mail [email protected] caso os citados desejem se pronunciar sobre o caso.

A reportagem entrou em contato com a PF para confirmar os dados referentes a empresa. A assessoria da PF informou que “não repassa este tipo de informação e que as informações sobre o caso estavam na nota emitida à imprensa. 

Confira dados do Sagres com os contratos: 

| Confira exemplo de um dos empenhos:

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Pitbull ataca idosa em Mangabeira e vítima é socorrida para o Hospital de Trauma

2

Paraíba

Juiz pode decidir hoje sobre pedido de prisão domiciliar de ex-diretora do Padre Zé

3

Paraíba

Tribunal de Contas assume coordenação do Fórum de Combate à Corrupção na Paraíba

4

Paraíba

Mais de 300 mil MEIs, micro e pequenas empresas da Paraíba podem renegociar dívidas; veja como

5

Paraíba

Casais inscritos no Casamento Coletivo do São João de Campina Grande participam de reunião nesta quarta-feira