Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Lei

Equipamentos de Proteção Individual e insumos para combater coronavírus terão preço tabelado na Paraíba

A Secretaria Estadual da Saúde poderá realizar campanhas de orientação para todos os profissionais que atuam em serviços essenciais.

Os recursos livres de vinculações oriundos da arrecadação de multas serão destinados exclusivamente para o financiamento das ações e serviços da saúde pública no Estado da Paraíba. (Foto: Divulgação)

Por

A Lei 11.724/2020, que estabelece a obrigatoriedade do tabelamento de preços dos equipamentos de proteção individual utilizados para o controle da transmissão da covid-19, assim como produtos e insumos relacionados à prevenção e tratamento, foi promulgada pela Assembleia Legislativa da Paraíba. Isso valerá até o encerramento da calamidade pública. 

A Lei, de autoria da deputada Camila Toscano, determina ainda que a Secretaria de Estado da Saúde poderá conceder autorização para distribuição em todo território estadual, em até 48 (quarenta e oito) horas, quaisquer materiais, medicamentos, equipamentos e insumos da área de saúde que tenham aprovação e validação por uma agência internacional e nacional, que seja útil a prevenção e tratamento desta epidemia. 

A Secretaria Estadual da Saúde poderá realizar campanhas de orientação para todos os profissionais que atuam em serviços essenciais, cuja utilização dos equipamentos de proteção individual é essencial. 

“A falta de equipamento de proteção individual, materiais de higiene pessoal e de ambientes afetam, excepcionalmente, quem está na linha de frente do combate ao Covid-19 e deve ter seus direitos garantidos e a sua saúde preservada”, justifica a deputada. 

Ao mesmo tempo, Camila Toscano argumenta que a proteção dos trabalhadores da área de saúde garante que os serviços de saúde prestados à população em geral não sejam pontos de disseminação do no novo Coronavirus.

Os recursos livres de vinculações oriundos da arrecadação de multas de que trata esta Lei serão destinados exclusivamente para o financiamento das ações e serviços da saúde pública no Estado da Paraíba.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Felipe Leitão é eleito vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba

ALPB deve eleger Felipe Leitão como vice-presidente da Casa nesta quarta-feira

Auxílio Emergencial: Caixa Econômica paga parcela a 3,9 milhões de nascidos em julho nesta quarta; veja quem recebe

Fundac estabelece protocolos para retomada de visita de familiares de adolescentes durante pandemia