Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Luto

Euclides Vaz de Araújo, presidente das Virgens de Mangabeira, morre com covid-19 após 36 dias internado no Hospital Universitário

Euclides Vaz de Araújo fundou o bloco Virgens de Mangabeira, Quadrilha Junina Tico Show e o time de futebol Fortaleza.

Euclides Vaz de Araújo deixa legado para a cultura e o esporte de João Pessoa. (Foto: Arquivo pessoal da família)

Por

O bairro de Mangabeira, em João Pessoa, está de luto. Morreu na madrugada deste sábado (11), aos 70 anos de idade, Euclides Vaz de Araújo (Kida), presidente e fundador do bloco carnavalesco Virgens de Mangabeira e da Quadrilha Junina Tico Show, após passar 36 dias internado para tratamento de covid-19, no Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), na Capital.

Euclides Vaz era bastante conhecido em Mangabeira e a população está de luto. Ele deixa três filhos (dois homens e uma mulher), além da esposa. "Ele deu entrada com covid-19, depois melhorou, mas o quadro permanece com o diagnóstico de covid para a morte", comentou ao ClickPB, a filha Raquel Vaz. Kida deixa um legado para a cultura e para o esporte de João Pessoa. Além do bloco Virgens de Mangabeira, ele ainda fundou a Quadrilha Junina Tico Show há 36 anos e também o time de futebol Fortaleza, conforme contou a filha. 

Wallace Albuquerque, morador de Mangabeira, lamentou a morte de Kida. "Eu o conhecia desde 1984. A morte dele foi uma perda para a cultura, para a família e os amigos. Ele era uma pessoa folclórica. Um guerreiro da cultura. Mangabeira está de luto", comentou.

Por conta da morte ter sido covid-19, não haverá velório. O sepultamento deve acontecer na tarde deste sábado (11). A família está decidindo o horário e o local, mas Raquel Vaz contou que, provavelmente, será no Cemitério Jardim Mangabeira, no bairro José Américo, na Capital. 

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Veja o que é permitido e vedado na campanha para Reitoria da UFPB

Passageiros de ônibus de Campina Grande terão direito a passagens em dobro a partir desta sexta-feira

Hotéis e pousadas retomam as atividades com 70% da capacidade no município do Conde; bares e restaurantes também foram liberados

Governo entrega equipamentos para ampliação de leitos no Vale do Piancó