Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

São João

Evento tem impacto financeiro de cerca de R$ 300 milhões

Conforme dados da Prefeitura de Campina Grande, em 2019, último ano de realização presencial, o evento gerou para o município uma receita em torno de R$ 300 milhões.

Do vendedor ambulante de milho aos donos de casas de shows, todos são beneficiados pelo evento, considerado um dos mais importantes do interior do país. (Foto: Reprodução)

Por

Como se vivesse um “segundo Natal”, o que é típico de pouquíssimas cidades do país, Campina Grande tem um considerável aumento de suas receitas, durante o mês de junho, pela presença de milhares de visitantes oriundos de todas as partes do Brasil e até do exterior, para participar d’O Maior São João do Mundo. Conforme dados da Prefeitura de Campina Grande, em 2019, último ano de realização presencial, o evento gerou para o município uma receita em torno de R$ 300 milhões.

Em ritmo de forró, a cidade presencia, a cada ano, a lotação da rede hoteleira, das hospedagens alternativas, crescimento da movimentação nos bares e restaurantes, além do incremento de todas as suas atividades comerciais e demais setores da economia. Do vendedor ambulante de milho aos donos de casas de shows, todos são beneficiados pelo evento, considerado um dos mais importantes do interior do país.

A estimativa, levantada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede), tem como base o que foi faturado em 2019, por parte do comércio local, setor de serviços, barraqueiros instalados no Parque do Povo, agentes turísticos, artesãos, setor de transportes, entre outros segmentos envolvidos com a realização da festa.

Segundo a Medow Entretenimento e cultura, com base em pesquisa realizada pelo Instituto DataVox, em 2019, 1.800.000 (um milhão e oitocentas mil) pessoas circularam pelo Parque do Povo, durante os 31 dias d’O Maior São João do Mundo. Para este ano, a estimativa é de que o público supere os dois milhões de visitantes.

Sobre Campina Grande

Localizada no alto da Serra da Borborema, a 112 quilômetros da capital, João Pessoa, Campina Grande é considerada um dos principais polos industriais do Nordeste e principal polo tecnológico da América Latina, conforme a revista Newsweek. Com uma população de 407.472 habitantes (IBGE/2018), orgulha-se, ainda, de ser um importante centro universitário, contando com cerca de 20 instituições de ensino superior.

Economicamente, representa 15,63% das riquezas produzidas na Paraíba e, segundo a revista Você S/A, Campina Grande é a única cidade, do interior, que figura na lista das 100 melhores cidades para se trabalhar e fazer carreira. A Gazeta Mercantil, aponta Campina como a cidade mais dinâmica do Nordeste e a sexta do Brasil, sendo apontada, também, como uma das 20 metrópoles brasileiras do futuro. A cidade ainda se destaca pelo turismo de eventos, tendo como produto tipo exportação a festa junina.

Sobre O Maior São João do Mundo

As festas juninas de Campina Grande datam ainda da década de 60 mas, no formato atual, inclusive com a marca O Maior São João do Mundo, existe desde 1983. Naquele ano, na gestão do então prefeito Ronaldo Cunha Lima, foi instalada uma palhoça sobre o chão de barro batido, no terreno conhecido por Coqueiros de Zé Rodrigues.

Com a consolidação da festa e seu súbito crescimento, o espaço foi transformado no que hoje se conhece como Parque do Povo. Inaugurado em maio de 1986, o também conhecido como Quartel General do Forró ganhou uma área coberta para apresentações dos artistas, em forma de fogueira estilizada. A edificação, entretanto, foi confundida com uma Pirâmide e até hoje é conhecida como Pirâmide do Parque do Povo.

Atualmente, O Maior São João do Mundo é o principal evento popular da Paraíba e um dos seis maiores do Brasil, figurando no calendário oficial de eventos da Embratur. Durante 31 dias, a festa projeta, para o mundo inteiro, as tradições nordestinas, destacando a dança, a música, o artesanato, a culinária, a religiosidade e o patrimônio cultural.

Realizado por meio de Parceria Público Privada, modelo adotado pela Prefeitura de Campina Grande, desde 2017 e que este ano, mais uma vez, tem a empresa Medow Entretenimento e Cultura como responsável por sua execução, O Maior São João do Mundo, em termos econômicos, representa para Campina Grande mais que o Natal significa para o restante dos municípios brasileiros. Isso se comprova, pelo intenso movimento nas ruas do comércio central, shoppings, bares, hotéis e restaurantes.

Em 2020, por conta da crise mundial provocada pelo novo coronavírus, O Maior São João do Mundo foi adiado para outubro e em seguida cancelado, devido ao agravamento da crise sanitária. No entanto, a Medow Entretenimento resolveu criar um evento virtual, para que o público não fique sem São João, durante o mês de junho.

O São João de Campina em Sua Casa foi uma série de programas juninos, com participação de artistas regionais e nacionais e exibição de conteúdo jornalístico, abordando temas relativos à cultura nordestina. Em 2021, pelo segundo ano consecutivo, o evento foi realizado virtualmente, em forma de Circuito Mundial de Lives.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2022 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

UFPB abre seleção unificada com 1000 vagas para concessão de auxílios estudantis

Defesa de Ricardo Coutinho recorre no STF e protocola agravo regimental para tentar derrubar inelegibilidade

Aposta de João Pessoa ganhou o prêmio de R$ 14.818,18 na quina da Mega-Sena

Vereadores de João Pessoa fazem homenagens e debate sobre ‘Artista é Arte, Cultura é Vida’