Desafetos

Jackson Macedo defende que Luiz Couto encerre vida política: “chegou a hora de descansar” 

Jackson Macedo disse que Luiz Couto tem sido forçado a se manter na vida pública. "Ele me confidenciou que não queria disputar o último mandato".

Jackson Macedo, Luiz Couto, PT, vida pública

Deputado federal Luiz Couto. (Foto: Reprodução)

O presidente estadual do PT, Jackson Macedo, afirmou que o deputado federal Luiz Couto deveria se aposentar. Ele fez a declaração, na programação Arapuan Verdade desta sexta-feira (17), ao ser questionado sobre as acusações que o parlamentar teria feito contra Marcus Túlio, presidente municipal da legenda. 

Durante reunião do partido, Luiz Couto teria feito graves acusações dizendo que Marcos Túlio havia terceirizado o PT municipal para suas decisões em conluio com Jackson Macedo e teria chegado a pedir a destituição do presidente do partido. 

“Não vou rebater as acusações levianas que esse deputado federal faz contra mim, até porque fui eleitor dele muitos anos, o defendi dentro do PT por muito tempo e eu, sinceramente, acho que chegou a hora do companheiro Luiz Couto descansar, terminar a vida política dele”, disse.

Jackson Macedo comentou ainda que o petista não deveria mais estar na vida pública. “Eu acho que forçam Luiz Couto. Ele me confidenciou que não queria disputar o último mandato, que queria cuidar da vida religiosa dele, escrever a biografia dele. Mas, as pessoas que estão em torno de Luiz Couto se sustentam politicamente e usam a figura de Luiz Couto para se sustentar politicamente, e o forçam a participar de um último mandato que ele não queria”, observou.

O presidente estadual do PT reforçou que tem evitado contato com Luiz Couto. “Quando a pessoa perde argumento político, ele vai para a acusação pessoal. O que ele tem feito contra mim na imprensa, fez numa rádio em João Pessoa, nas reuniões internas do PT, em nota pública. Sinceramente, tenho muita coisa para rebater, muita coisa para falar, mas eu prefiro não responder porque vou dar mais argumentos para esse tipo de coisa”, pontuou. 

Jackson Macedo disse ainda que é solidário com Marcos Túlio. “É um grande companheiro, um grande presidente do diretório municipal que eu ajudei a eleger, que Luiz Couto não ajudou a eleger – votou em Antônio Barbosa e perdeu de 1400 a 70. O grupo de Ricardo Coutinho, de Luiz Couto, de Antônio Barbosa, Estela e Márcia Lucena perdeu de 1400 a 70. São essas pessoas que defendem a candidatura de Luciano Cartaxo. Então, sou muito solidário ao companheiro Marcos Túlio”, concluiu.  

Leia Mais

“Pronta para o campo de batalha”, diz Eliza Virgínia, que vai assumir vaga na Câmara Federal

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

João Azevêdo confirma Arymatheus Reis como novo secretário de Estado da Saúde

2

Paraíba

Ciclista morre em acidente na BR-230 em Santa Rita

3

Paraíba

Wilson Filho é anunciado como novo secretário de Educação do Estado

4

Paraíba

Bessa aparece na lista das praias brasileiras mais populares no Instagram

5

Paraíba

Justiça manda Prefeitura de Boa Ventura abrir cofre e salas fechadas para inspeção do Tribunal de Contas