Decisão

Justiça adia julgamento de Matheus Feitosa, réu por participar da morte do lutador Herisson da Silva, em Cabedelo

Justiça remarcou o julgamento do réu Matheus Feitosa Lopes para o dia 9 de maio. Ele participou da morte do lutador Herisson da Silva Medeiros

Justiça, Lutador, Réu

Decisão foi tomada no Tribunal do Júri em Cabedelo (Foto: TJPB)

A Justiça adiou para o dia 9 de maio o julgamento do réu Matheus Feitosa Lopes, acusado de participar do assassinato do lutador de MMA Herisson da Silva Medeiros. O júri popular do caso iria acontecer nesta quinta-feira (29), mas o advogado de Matheus Feitosa apresentou um atestado médico para adiar o julgamento.

Como visto pelo ClickPB, o adiamento foi deferido pela juíza titular da 1ª Vara Mista da Comarca, Thana Michelle Carneiro Rodrigues, que presidia a sessão. O primeiro réu do caso, Gustavo José Pereira Dias, foi condenado a 16 anos e seis meses de prisão, em julgamento realizado no dia 6 de fevereiro.

Matheus Feitosa e Gustavo Pereira são réus por homicídio qualificado na morte do lutador. O crime aconteceu no dia 1º de janeiro de 2015, na Avenida Mar Vermelho, em Intermares, bairro de Cabedelo.

Como noticiado pelo ClickPB, Herisson Medeiros estava na orla de Intermares com familiares. Por volta das 3h, ele saiu do local para deixar os pais em casa e, ao retornar, perto de um terreno baldio, tropeçou em três pessoas que estavam agachadas.

As três pessoas, dois maiores de idade e um menor de idade, estavam fazendo uso de entorpecentes. Na denúncia, é relatado que Gustavo Pereira se levantou e sacou uma arma, sendo empurrado pelo lutador. Na sequência Matheus Feitosa e o menor de idade mandaram Gustavo Pereira atirar e ele obedeceu, atingindo a vítima, que morreu no local.

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

VÍDEO: homens invadem balneário, matam duas pessoas e causam pânico em famílias que estavam no local

2

Paraíba

Número de emergência dos Bombeiros fica sem funcionar em quase 30 cidades por problemas na operadora

3

Paraíba

Jovem é morto a tiros por grupo armado no bairro do Rangel

4

Paraíba

Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena 2712, e prêmio vai a R$ 66 milhões

5

Paraíba

Padre Egídio passa mal dentro de presídio, é internado e segue na UTI após cirurgia em João Pessoa