Crime

Lançamento de esgoto também afeta praia do Seixas, em João Pessoa; operação tenta identificar responsáveis

Lançamento do esgoto vem afetando, de forma comprovada, as praias do Cabo Branco e Seixas, em João Pessoa.

Praiô, Sudema, operação, esgoto, Seixas João Pessoa

Foto: Joaquim Neto/Acervo pessoal/Arquivo

O lançamento de esgoto na orla da Paraíba fez mais uma vítima: a praia do Seixas. O local foi confirmado, nessa terça-feira (14), como mais uma região da Orla de João Pessoa como poluído por esgoto lançado de forma clandestina. Nesta quarta-feira (15), a localidade é alvo de uma operação para identificar os poluidores. O foco são as peixadas do Seixas.

Ao ClickPB, o superintendente da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), Marcelo Cavalcanti, informou que a praia vem passando por uma varredura. A intenção é tentar identificar se o lançamento do esgoto que vem poluindo o mar na localidade é proveniente do comércio ou de moradores.

“No Seixas, encontramos um grande volume de esgoto sendo despejado na praia e fizemos algumas escavações. Não conseguimos identificar ainda os responsáveis e vamos prosseguir com a operação. Nossa suspeita é de que seja de comerciantes ou da população”, afirmou Marcelo Cavalcanti ao ClickPB sobre o lançamento do esgoto no Seixas.

Lançamento do esgoto também no Cabo Branco

No Cabo Branco, diversos quiosques, um hotel e o Bar do Cuscuz foram flagrados despejando esgoto de forma clandestina na galeria de águas pluviais. Alguns desses estabelecimentos foram multados, como o Bar do Cuscuz, que recebeu multa de R$ 20 mil.

Também nessa terça-feira, os quiosques do Rei do Coco e dos Atletas foram embargados e multados em R$ 4.987,50 cada um. Na prática, eles estão impedidos de funcionar até que resolvam o despejo de esgoto.

“Nós conseguimos tampar essa saída de esgoto do Bar do Cuscuz para a galeria pluvial. Com isso, eles estão usando apenas a rede da Cagepa, por isso não foram embargados. Nos quiosques a situação foi diferente. Não conseguimos deixar eles usando a rede coletora. Se nós fechássemos a saída para a galeria da água das chuvas o esgoto iria extravasar. Por isso decidimos embargar os estabelecimentos, porque se tampássemos a saída para a galeria e eles continuassem funcionando o esgoto seria jogado para a areia da orla ou para a calçadinha, ficando à céu aberto”, argumentou Marcelo Cavalcanti.

As ações contra os estabelecimentos que estão promovendo o lançamento do esgoto fazem parte da Operação Praias Limpas. Ela é uma ação conjunta realizada pela Sudema, Cagepa, Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Secretaria Municipal de Infraestrutura de João Pessoa (Seinfra) e Polícia Federal.

Movimento questiona poluidores e pede socorro

No sábado (11), moradores, lideranças políticas, ongs e movimentos sociais protestaram durante o movimento ‘Esgotei’, no Busto de Tamandaré. A ação cobrou melhorias na balneabilidade das praias de todo o estado e pediu responsabilização dos estabelecimentos flagrados poluindo a orla.

Leia mais sobre o lançamento de esgoto na Orla de João Pessoa:

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Sine-PB inicia semana com mais de 430 vagas de emprego em dez municípios paraibanos; confira quais

2

Paraíba

Após entrevista viralizar, Ronaldinho diz que seleção não tem líderes e detona: ‘Um dos piores times, só jogadores medianos’

3

Paraíba

Motorista sofre tentativa de assalto e carro é alvejado no Geisel

4

Paraíba

Inmet renova aviso laranja de acumulado de chuva para João Pessoa e Defesa Civil fica em alerta

5

Paraíba

Morre o motorista de caminhão que pegou fogo na BR-101 em Mamanguape