Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Investigação

Livânia Farias é liberada pela Justiça; confira decisão

Ex-secretária de Administração do Estado estava presa desde o dia 16 de março e é suspeita do recebimento de propina

A ação investiga a suposta participação da ex-auxiliar do governo estadual em esquema de recebimento de propinas pagas pela Cruz Vermelha Brasileira filial Rio Grande do Sul. (Foto: Reprodução)

Por

Em decisão proferida na tarde desta terça-feira (23), a juíza Andréa Gonçalves Lopes Lins converteu a prisão preventiva da ex-secretária Livânia Maria da Silva Farias em medidas cautelares.

Confira a decisão na íntegra aqui.

As medidas são as seguintes: proibição de acesso às repartições do Governo do Estado, proibição de manter contato com testemunhas e outros investigados da Operação Calvário, em especial agentes públicos estaduais, fornecedores da secretaria de Estado da Saúde, fornecedores de campanha eleitoral e seus parentes até o 3º grau, bem como doadores de campanha eleitoral, até o 3º grau, exceto os seus familiares até o 4º grau, proibição de se deslocar a locais com distância superior a 200 metros da Comarca de João Pessoa, proibição de exercer funções públicas e, por último, comparecimento mensal ao Ministério Público, em data a ser ajustada com o próprio órgão.


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

OAB divulga resultado da segunda fase do Exame de Ordem; confira

Justiça reconhece relação de filiação socioafetiva entre sobrinho e tia que conviveram durante 50 anos

Receita confirma estudo de reavaliação de imóveis para aumentar arrecadação

TCE rejeita contas da prefeitura de Pedra Lavrada