Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Pandemia

Ministério da Saúde inclui profissionais da Segurança Pública como grupo prioritário da vacinação contra Covid-19, diz ​João Azevêdo

O Ministério repassou os critérios para poder tomar a vacina.

Vacinação deve ocorrer para os profisionais da Segurança Pública que atuam na linha de frente da Covid-19. (Foto: Reprodução)

Por

Após um apelo, o Ministério da Saúde vai incluir os profissionais da Segurança Pública, que atuam na linha de frente do combate à Covid-19, como prioritário da vacinação contra Covid-19. Essa informação foi dada pelo governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), nesta quarta-feira (31). 

“O Ministério da Saúde atendeu o nosso apelo e vai começar a incluir os profissionais da Segurança Pública que atuam na linha de frente do combate à Covid-19. Criamos uma comissão com Segurança e Saúde para estabelecer as regras para essa vacinação na Paraíba”, afirmou, como o ClickPB apurou.

João Azevêdo ainda lembrou os critérios informados pelo Ministério da Saúde para a vacinação, segundo a ordem de prioridade: Trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes; Trabalhadores envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar; Trabalhadores envolvidos diretamente nas ações de vacinação contra a Covid-19; Trabalhadores envolvidos nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público independente da categoria.

“Os demais trabalhadores da segurança pública e forças armadas, que não se enquadrarem nas atividades descritas acima, deverão ser vacinados de acordo com o andamento da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19, segundo o ordenamento descrito no PNO. Não serão vacinados neste momento, aqueles que executam as seguintes atividades: Ações de apoio logístico ao PNO. Transporte de insumos para áreas com alto grau de contaminação”, frisou. 


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

CBTU afirma que vai abrir inquérito para apurar acidente envolvendo trem e carro na Grande João Pessoa

Por aumento de casos de covid-19, Prefeitura de Esperança institui toque de recolher até fim do mês

Veículo capota e deixa trânsito lento na BR-230, nas proximidades da UFPB

Roberto Carlos Nunes, ex-prefeito de Duas Estradas e pai da atual prefeita, morre vítima de covid-19