Suspeito

Ministério Público investiga superfaturamento na compra de quase R$ 1,5 milhão em combustíveis pela Prefeitura de Catingueira

O Ministério Público abriu um inquérito para investigar um suposto faturamento na compra de combustíveis pela Prefeitura de Catingueira, no interior da Paraíba.

Ministério Público investiga superfaturamento na compra de quase R$ 1,5 milhão em combustíveis pela Prefeitura de Catingueira

O município licitou o valor de R$ 1.427.055,35 para aquisição de gasolina e diesel, em 2022. — Foto:Reprodução

O Ministério Público abriu um inquérito para investigar um suposto faturamento na compra de combustíveis pela Prefeitura de Catingueira, no interior da Paraíba. O município licitou o valor de R$ 1.427.055,35 para aquisição de gasolina e diesel, em 2022.

Conforme apurou o ClickPB, a abertura do inquérito civil foi determinada pela promotora de justiça Vanessa Bernucci Pistelli, do município de Piancó. O procedimento investigativo foi divulgado no diário oficial desta quinta-feira (7).

De acordo com a denúncia apresentada pelos vereadores do município ao órgão fiscalizador, a Prefeitura de Catingueira, licitou a compra de quase R$ 1,5 milhão, no ano de 2022, sendo já efetuado o pagamento de R$ 1.214.339,92.

Os vereadores apontam irregularidades no contrato firmado entre a Prefeitura de Catingueira e a empresa fornecedora de combustíveis. O Ministério Público não descarta superfaturamento dos preços, fraude na licitação e enriquecimento ilícito. O prefeito do município e a empresa já foram notificados para prestar esclarecimentos.   

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Justiça da Argentina liberta Fabrícia Farias mas a proíbe de sair do país até julgamento de extradição; confira documento

2

Paraíba

Tribunal de Justiça da Paraíba mantém condenação ao Bradesco para indenizar consumidor que teve nome negativado

3

Paraíba

URGENTE: Fabrícia Farias, dona da Braiscompany, é solta por decisão da Justiça da Argentina, diz defesa

4

Paraíba

Borboletas amarelas invadem João Pessoa e especialista comenta fenômeno: “época de reprodução”

5

Paraíba

Operação Lei Seca autua 183 condutores por embriaguez no mês de fevereiro na Paraíba