Fatalidade

Morre mulher internada na UTI em Campina Grande após sofrer queimaduras por acender fogão com álcool

Mulher tinha 34 anos e teve 50% do corpo queimado no dia 28 de julho ao tentar acender um fogão com álcool, já que o gás onde ela morava havia acabado

Morre mulher internada na UTI em Campina Grande após sofrer queimaduras por acender fogão com álcool

Hospital de Emergência e Trauma em Campina Grande — Foto:Reprodução

Morreu na tarde desta quarta-feira (9) a mulher que estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Trauma de Campina Grande após sofrer graves queimaduras durante uma explosão. Ela estava grávida, deu à luz ao bebê na unidade, mas a criança faleceu na segunda-feira (7). A informação foi confirmada ao ClickPB pela assessoria de comunicação da unidade.

A mulher tinha 34 anos e teve 50% do corpo queimado no dia 28 de julho ao tentar acender um fogão com álcool, já que o gás onde ela morava havia acabado. No momento da tentativa de acender o fogo, o botijão explodiu e acabou ferindo ela e a filha de 15 anos.

No dia 2 deste mês, os médicos decidiram fazer um parto induzido na tentativa de salvar a vida do bebê, já que a mãe estava em estado grave. Porém, a criança não resistiu e morreu na segunda (7).

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Pitbull ataca idosa em Mangabeira e vítima é socorrida para o Hospital de Trauma

2

Paraíba

Juiz pode decidir hoje sobre pedido de prisão domiciliar de ex-diretora do Padre Zé

3

Paraíba

Tribunal de Contas assume coordenação do Fórum de Combate à Corrupção na Paraíba

4

Paraíba

Mais de 300 mil MEIs, micro e pequenas empresas da Paraíba podem renegociar dívidas; veja como

5

Paraíba

Casais inscritos no Casamento Coletivo do São João de Campina Grande participam de reunião nesta quarta-feira