Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

No ICV

Mulher que teve material cirúrgico esquecido em barriga morreu de parada cardiorrespiratória

Boletim do Instituto Cândida Vargas diz que Kellyane Neri do Nascimento não reagiu às tentativas de reanimação.

Parto e internação de Kellyane ocorreram no ICV (Foto: Reprodução)

Por

A paciente Kellyane Neri do Nascimento, que estava internada no Instituto Cândida Vargas (ICV) após ter material cirúrgico esquecido em seu corpo durante o parto, morreu por parada cardiorrespiratória na noite desta quarta-feira (25), conforme boletim do ICV (veja abaixo).

A mulher de 28 anos deixou dois filhos, sendo que a criança mais nova nasceu no dia 11 de setembro, de cesárea, no ICV, ocasião em que o material foi deixado na barriga de Kellyane, que começou a sentir fortes dores cerca de um mês depois.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou nota lamentando o óbito da paciente e dando as seguintes informações:

1. Conforme Boletim Médico do Instituto Cândida Vargas (ICV), o quadro da paciente evoluiu para uma parada cardiorrespiratória às 18h, desta quarta-feira (25), não respondendo aos
protocolos clínicos de ressuscitação, culminando com o óbito às 19h10;

2. Os familiares estão recebendo todo o acompanhamento necessário por parte da equipe multiprofissional e, da direção do Instituto Cândida Vargas (ICV).

3. Na última sexta-feira (20), foi disponibilizado à família, conforme solicitado, cópia do prontuário médico da paciente, dentro dos termos da lei, com as informações e todo histórico da
assistência prestada;

4. Nesta quinta-feira (26), toda documentação e histórico clínico da paciente (prontuário médico), estarão sendo encaminhados ao Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), atendendo solicitação da entidade;

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Concurso Público de Cabedelo adia data das provas

Paraíba registra a 9ª menor renda domiciliar per capita do país, revela Pnad

Inmet alerta para chuvas intensas em 79 cidades da PB

CRM-PB interdita posto de Saúde após médica ser vítima de assédio em Lastro, Sertão da PB