INMET

Novo alerta de chuvas intensas com volume de até 100 mm por dia atinge 34 municípios do Litoral da Paraíba

O volume de chuvas poderá chegar a 60 milímetros por hora ou 50 e 100 milímetros por dia. Também há previsão de ventos intensos entre 60 e 100 km/h.

Novo alerta de chuvas intensas com volume de até 100 mm por dia atinge 34 municípios do Litoral da Paraíba

A Paraíba está com dois avisos, um amarelo e um laranja — Foto:Reprodução

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de chuvas com grau de severidade laranja para 34 municípios da Paraíba nesta quarta-feira (20), a partir das 18h, com validade até as 12h desta quinta-feira (21). O volume de chuvas poderá chegar a 60 milímetros por hora ou 50 e 100 milímetros por dia. Também há previsão de ventos intensos entre 60 e 100 km/h. Há risco de alagamentos, corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Os municípios afetados são Alhandra, Araçagi, Baía da Traição, Bayeux, Caaporã, Cabedelo, Caldas Brandão, Capim, Conde, Cruz do Espírito Santo, Cuité de Mamanguape, Curral de Cima, Itabaiana, Itapororoca, Jacaraú, João Pessoa, Juripiranga, Lucena, Mamanguape, Marcação, Mari, Mataraca, Mulungu, Pedras de Fogo, Pedro Régis, Pilar, Pitimbu, Riachão do Poço, Rio Tinto, Santa Rita, São José dos Ramos, São Miguel de Taipu, Sapé, Sobrado.

A Paraíba está com dois avisos, um amarelo e um laranja, este mais no litoral, conforme o meteorologista do Inmet, Flaviano Fernandes. “Está prevista uma chuva mais intensa na madrugada de hoje até amanhã e pode ser que em alguns locais no litoral atinja volumes mais altos”, afirma. O aviso amarelo mostra que a chuva pode ficar entre 20 a 30 milímetros, podendo gerar um acumulado até 50 mm. “O Nordeste está todo influenciado com chuvas em todos os estados. Por isso, temos dois alertas”.

O meteorologista ressalta que os alertas poderão ser renovados. Diariamente, os especialistas do Inmet fazem uma análise da situação de todo o país. A partir daí, são lançados os alertas para as regiões onde realmente haverá chuvas mais intensas. “No Nordeste, temos um acumulado causado pelo vórtice de altos níveis. A borda Oeste dele está provocando as chuvas. Temos a zona de convergência intertropical, e ainda um sistema que chamamos de oscilação ‘Maden e Júlia’, um sistema que ocorre em todo o globo. Esse sistema, às vezes, está favorável à chuva e também pode inibir”, explica.

O fenômeno El Niño também está atuando, de acordo com Flaviano Fernandes, mas não é ele que está fazendo com que ocorram as chuvas. O El Niño inibe esses fenômenos, mas pode ocorrer de, na pré-estação chuvosa, ocorrer essas chuvas porque o Atlântico está aquecido.

O alerta do Inmet aponta que há risco de alagamentos, corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. Entre as orientações, o Instituto ensina que, em caso de rajadas de vento, não se deve abrigar debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas. Também não é recomendado estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Se possível, desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia. Para outras informações, a população pode buscar informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Pitbull ataca idosa em Mangabeira e vítima é socorrida para o Hospital de Trauma

2

Paraíba

Juiz pode decidir hoje sobre pedido de prisão domiciliar de ex-diretora do Padre Zé

3

Paraíba

Tribunal de Contas assume coordenação do Fórum de Combate à Corrupção na Paraíba

4

Paraíba

Mais de 300 mil MEIs, micro e pequenas empresas da Paraíba podem renegociar dívidas; veja como

5

Paraíba

Casais inscritos no Casamento Coletivo do São João de Campina Grande participam de reunião nesta quarta-feira