Grave

Paraíba decreta situação de emergência na Paraíba devido ao aumento de casos de síndromes respiratórias graves

Dependendo de como a incidência da doença se comportar na Paraíba nessas próximas semanas, a situação de emergência pode se prologar além dos 90 dias.

(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

O governador do Estado da Paraíba, João Azevêdo, assinou um decreto declarando “situação de emergência em saúde pública” em todo o estado por 90 dias. O motivo é o aumento no número de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, mais conhecida pela sigla SRAG, provocada por vírus.

Decreto foi publicado no Diário Oficialda Paraíba

De acordo com o texto do decreto que já foi publicado em Diário Oficial da Paraíba no último dia 2 de maio, foi instituída a Sala de Situação Estadual de Síndrome Respiratória Aguda Grave e percebeu-se a necessidade de medidas urgentes voltadas a prevenção de controle da SRAG, bem como a ampliação da rede de atenção a saúde infantil.

Dependendo de como a incidência da doença se comportar nessas próximas semanas na Paraíba, a situação de emergência pode se prologar além dos 90 dias.

As ações e serviços públicos de saúde voltados à contenção da situação emergencial serão articulados pela Secretaria de Saúde da Paraíba. A pasta será a responsável por definir as diretrizes gerais para a execução das medidas necessárias. Ela pode expedir normas complementares a partir da análise dos dados da situação e manter a atenção da taxa de ocupação hospitalar, sobretudo dos leitos infantis.

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Eleições 2024: TCE da Paraíba vai divulgar nova lista com gestores ‘ficha suja’, após contestações

2

Paraíba

Novas pesquisas de intenções de voto para Prefeitura de João Pessoa são registradas no TRE; saiba quando devem ser divulgadas

3

Paraíba

ALERTA: João Pessoa e outras 34 cidades da Paraíba podem ter chuvas intensas e ventos fortes nas próximas horas

4

Paraíba

João Azevêdo autoriza convocação dos concursados da Polícia Militar excluídos com decisão do STF

5

Paraíba

Nadadores encontram corpo boiando na praia de Cabo Branco