Eleições 2024

Polícia Federal envia ao STF relatório de oitivas de Nilvan Ferreira, Walber Virgolino, Cabo Gilberto, Eliza Virgínia e Pâmela Bório sobre 8 de janeiro

Agora, o ministro relator, Alexandre de Moraes, deve determinar que a Procuradoria da República se pronuncie, podendo denunciar criminalmente os investigados.

Polícia Federal envia ao STF relatório de oitivas de Nilvan Ferreira, Walber Virgolino, Cabo Gilberto, Eliza Virgínia e Pâmela Bório sobre 8 de janeiro

A representação criminal contra os paraibanos extremistas, assinada pelo advogado Olímpio Rocha, foi protocolada pelo PSOL da Paraíba junto ao STF. — Foto:reprodução

A Polícia Federal (PF) acaba de enviar, na tarde desta quarta-feira (7), ao Supremo Tribunal Federal (STF), o relatório de oitivas de políticos paraibanos de extrema-direita sobre os atos de 8 de janeiro. Foi ouvido o comunicador Nilvan Ferreira, o deputado estadual Walber Virgolino (PL), o deputado federal Cabo Gilberto (PL), a vereadora Eliza Virgínia (PL) e a militante de direita Pâmela Bório. 

Como acompanha o ClickPB, agora, o ministro relator, Alexandre de Moraes, deve determinar que a Procuradoria da República se pronuncie, podendo denunciar criminalmente os investigados, caso haja alguma suspeita de interferência ou participação no ato que culminou com a depredação dos prédios da Câmara, Senado e Supremo Tribunal Federal em 8 de janeiro de 2023.

A representação criminal contra os paraibanos extremistas, assinada pelo advogado Olímpio Rocha, foi protocolada pelo PSOL da Paraíba junto ao STF.

Confira o documento:

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

No Altas Horas, Chico César relembra época que trabalhava em loja na Paraíba

2

Paraíba

VÍDEO: influencer de 94 anos viraliza com conteúdo em que elogia João Pessoa

3

Paraíba

VÍDEO: ônibus perde o controle e tomba na BR-230 em Sobrado

4

Paraíba

Nilvan discute prioridades para os jovens durante plenária

5

Paraíba

Cidade na Paraíba com 4 mil habitantes gasta quase R$ 1 milhão com shows