Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Violência

Polícia prende grupo suspeito de aterrorizar moradores por disputa de área de tráfico em João Pessoa

As prisões aconteceram no bairro do Varadouro e desarticulou parte do grupo suspeito de ser o responsável pelos tiroteios que estavam acontecendo na capital.

Os presos também serão investigados pela tentativa de homicídio que aconteceu na noite dessa segunda-feira (24), na comunidade Cangote do Urubu, e que teve como vítima um jovem de 20 anos. (Foto: reprodução)

Por

Cinco pessoas, entre 18 e 37 anos, foram presas na madrugada desta terça-feira (25) suspeitas de planejar uma disputa por tráfico de drogas, em João Pessoa. As prisões aconteceram no bairro do Varadouro e desarticulou parte do grupo suspeito de ser o responsável pelos tiroteios que estavam acontecendo na capital. Todos os detidos já têm passagens pela polícia por tráfico de drogas, roubos e homicídios.

O grupo foi interceptado no momento em que se preparava para ir atacar a comunidade Saturnino de Brito, que fica no bairro das Trincheiras. Com os presos, foram apreendidos quatro revólveres e uma pistola 9 milímetros, que fazia parte do arsenal que seria usado no ataque.

Entre os presos, estava o "homem de confiança" do líder do grupo criminoso, que era suspeitos de organizar, mobilizar e orquestrar os ataques para tomar as áreas de interesse do bando. Ele tem 37 anos e estaria "gerenciando" o grupo criminoso a partir da comunidade Cangote do Urubu.

Os presos também serão investigados pela tentativa de homicídio que aconteceu na noite dessa segunda-feira (24), na comunidade Cangote do Urubu, e que teve como vítima um jovem de 20 anos. Ele foi socorrido para o Hospital de Emergência e Traumas por um carro particular, com um tiro na boca, e chegou à unidade hospitalar alegando que teria sido vítima de assalto, possivelmente para tentar não chamar a atenção da polícia para a comunidade.

Todos os presos na ação foram levados para a Central de Flagrantes, no bairro do Geisel, em João Pessoa.


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Inmet alerta para chuvas intensas em Belém de Brejo do Cruz e São José de Brejo do Cruz

Alto risco: Atendimento em clínicas odontológicas de JP desconsidera recomendação do CFO para evitar contágio do coronavírus

Rachel Sheherazade parabeniza emissora concorrente que repudiou críticas do governo a cobertura jornalística sobre o coronavírus

Campanha arrecada doações para abrigo de idosos manter atividades durante quarentena em João Pessoa