Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Resposta

Prefeito denunciado por empregar esposa, filha e irmãos como secretários afirma que não há irregularidade nas nomeações

Na nota, o prefeito afirma ainda que as denúncias foram feitas por adversários políticos para atingir a gestão e que não há nenhuma irregularidade nas nomeações.

“Atuamos dentro da legalidade. Não existe problema em relação a nomeação dos nossos secretários e a prova disso é que o Ministério Público fez o arquivamento desta denúncia infundada”, destacou. (Foto: Reprodução)

Por

O prefeito do município de Curral de Cima, Antonio Ribeiro Sobrinho (Totó Ribeiro), denunciado ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) por empregar a esposa, a filha e mais dois irmãos como secretários na gestão municipal, afirmou em nota divulgada na noite desta quinta-feira (9) que a denúncia foi arquivada.

Na nota, o prefeito afirma ainda que as denúncias foram feitas por adversários políticos para atingir a gestão e que não há nenhuma irregularidade nas nomeações.

Lembra que a denúncia que trata a matéria foi arquivada pelo Ministério Público, pois a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF) preconiza que, ressalvada situação de fraude à lei, a nomeação de parentes para cargos públicos de natureza política não desrespeita o conteúdo normativo do enunciado da Súmula Vinculante 13 que trata sobre nepotismo. 

LEIA MAIS: Grande Família: prefeito de Curral de Cima é alvo de denúncia por empregar esposa, filha e irmãos como secretários da gestão

 “Atuamos dentro da legalidade. Não existe problema em relação a nomeação dos nossos secretários e a prova disso é que o Ministério Público fez o arquivamento desta denúncia infundada”, destacou.

Sobre o alerta do Tribunal de Contas do Estado sobre o envio de dados ao órgão, o gestor informou que o problema foi sanado e as informações estão sendo encaminhadas diariamente.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Sem previsão de início dos períodos letivos de 2020 devido à pandemia, UFPB aprova segundo período suplementar de atividades remotas

Ministério Público emite nota e esclarece que decisão do STJ não anula processo contra Berg Lima

Paraíba aumenta em 200% oferta de exame laboratorial para Covid-19

Luciano Cartaxo autoriza reabertura de praças de alimentação de shopping centers a partir desta quinta em João Pessoa