João Pessoa

Prefeito libera R$ 300 mil em recursos orientados por vereadores para o Hospital Padre Zé

As emendas foram destinadas pelos vereadores Zezinho Botafogo (R$ 150 mil), Emano Santos (R$ 100 mil) e Luís Flávio (R$ 50 mil).

Prefeito libera R$ 300 mil em recursos orientados por vereadores para o Hospital Padre Zé

O valor é fruto das Emendas Cidadãs orientadas por três vereadores da Capital. — Foto:Reprodução

O prefeito Cícero Lucena autorizou, na manhã desta segunda-feira (26), a liberação de recursos de R$ 300 mil para a o Hospital Padre Zé, complexo filantrópico que atende pacientes de todo o Estado. O valor é fruto das Emendas Cidadãs orientadas por três vereadores da Capital.

“É muito bom, quando se é gestor encontrar parceiros, que nos ajudem a fazer o bem. Quando encontramos instituições como o Padre Zé temos certeza de que é possível nos unirmos por uma cidade melhor. Essa casa dá dignidade a muitos pacientes e hoje, com a ação dos vereadores, estamos podendo aplicar recursos para apoiar mais uma vez essa organização tão importante”, declarou Cícero Lucena.

As emendas foram destinadas pelos vereadores Zezinho Botafogo (R$ 150 mil), Emano Santos (R$ 100 mil) e Luís Flávio (R$ 50 mil). Zezinho explicou que surgiu a oportunidade de destinação das emendas ele percorreu instituições de trabalho reconhecido. “Elas fazem trabalho muito forte de cuidado e com as emendas podemos ajudar de forma efetiva”, explicou.

O vereador Emano Santos destacou a história da instituição e lembrou o fato da atual gestão municipal se preocupar em garantir o pagamento das emendas. “Cícero garantiu que saísse do papel e que pudéssemos ajudar essas instituições de fato. Assim se torna possível contribuir diretamente com a saúde da cidade”, afirmou.

O Hospital Padre Zé funciona com recursos do SUS, sem qualquer atendimento privado. Os pacientes atendidos são trazidos de outros hospitais, em sua maioria, em fase terminal. Ao todo são 120 leitos disponíveis para esse acolhimento, recebendo cerca de 18 mil pacientes ao ano.

O diretor do complexo, padre Egídio Carvalho, lembra que o paciente terminal é o de cuidado mais caro. “É um paciente que requer oxigênio, alimentação enteral, e esses recursos vão nos ajudar muito na compra desses dois itens, que são nosso maior consumo atualmente”, afirmou.

Estiveram presentes no evento o presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, Dinho Dowsley, os secretários municipais da Gestão Governamental, Diego Tavares; e da Saúde, Luís Ferreira; e a secretária executiva, Janine Lucena.

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Prefeitura de Aguiar gasta R$ 175 mil com dois shows para festa de ‘João Pedro’

2

Paraíba

Operação policial apreende armas de fogo e prende sete suspeitos de integrar facções criminosas em Patos

3

Paraíba

Polícia Civil prende homem com armas de fogo, munições e celulares sem nota fiscal em Juazeirinho

4

Paraíba

Especialista explica como ficou ‘lei das saidinhas’ após mudanças no governo Lula

5

Paraíba

João Pessoa tem oficina gratuita para ajudar contribuinte a declarar Imposto de Renda; veja como participar