Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Pandemia

Prefeitura de João Pessoa proíbe barracas na praia no réveillon deste ano

Ele também afirmou que não permitirá shows pirotécnicos privados realizados por bares ou restaurantes.

Réveillon não poderá ser comemorado em barracas na praia (Foto: Reprodução)

Por

O secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, anunciou em coletiva de imprensa realizada na manhã deste sábado (5), que a prefeitura não permitirá a montagem de barracas nas praias do município para o réveillon. A medida visa barrar o crescimento dos casos de covid-19 na cidade.

Fulgêncio ressaltou que a prefeitura cancelou as apresentações musicais e o show pirotécnico da virada do ano para evitar aglomerações. ''Então não tem sentido colocar barraca na praia, não será permitido'', disse. Ele também afirmou que não permitirá shows pirotécnicos privados realizados por bares ou restaurantes, porque fatalmente causariam aglomeração.

''Este será o Natal da família'', disse ele, recomendando que as festas de Natal e ano Novo sejam comemoradas em casa, apenas entre os familiares que moram juntos.

Ele destacou que a faixa de areia não será liberada nem para a população, nem para os quiosques da praia, que só poderão utilizar suas áreas internas.

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, e o secretário executivo de Gestão de Unidades da Rede de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, também participaram da coletiva. 

Os secretários pediram a colaboração da população para mudar o comportamento e evitar aglomerações. ''Não podemos impedir que as pessoas saiam de casa, mas esperamos que as pessoas mudem esse comportamento'', comentou Adalberto.

Fiscalização - Na coletiva, os secretários informaram que as ações de fiscalização estão sendo intensificadas pelas vigilâncias sanitárias municipal e estadual, além de outros órgãos. Eles pediram que a população denuncie aglomerações. ''Convoco o cidadão paraibano para ser um fiscal da saúde'', disse Geraldo Medeiros.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Confira o que abre e o que fecha neste 5 de agosto, aniversário da cidade de João Pessoa

Secretário da Fazenda nega qualquer aumento ou criação de imposto para quem tem energia solar em suas residências na Paraíba

​Leilão virtual da PRF com mais de 675 veículos recolhidos em Patos e Cajazeiras será realizado dia 31 de agosto

Três localidades de Santa Rita ficam sem água nesta quinta-feira