Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Consulta

Promotor de Justiça avalia que não há motivos para proibir aulas presenciais nas faculdades privadas de Cabedelo

O promotor informou, por meio da assessoria de comunicação do MPPB, que participou de uma reunião juntamente com representantes da Prefeitura de Cabedelo e das instituições de ensino.

Ministério Público da Paraíba foi consultado sobre volta às aulas presenciais em Cabedelo (Foto: Walla Santos/ClickPB)

Por

A prefeitura de Cabedelo autorizou o retorno das aulas presenciais em faculdades privadas do município e iniciou uma polêmica com a Secretaria de Estado de Saúde, que afirma que, estando na bandeira amarela, a decisão vai contra o decreto 'Novo Normal' do governo do Estado. O promotor da área de Educação do Ministério Público da Paraíba (MPPB), Guilherme Barros, entende que não há motivos para proibir o retorno.

O promotor informou, por meio da assessoria de comunicação do MPPB, que participou de uma reunião juntamente com representantes da Prefeitura de Cabedelo e das instituições de ensino. Houve, antes dessa reunião, uma consulta ao Ministério Público, representado por Guilherme Barros como promotor da Educação, e Bergson Formiga, como promotor da Saúde.

''Entendemos, diante do que foi apresentado, que não havia motivos para não acatar o pedido. Até pelo fato de que as aulas estarão também disponíveis via remota para aqueles alunos que não quisessem ou não puderem assisti-las de forma presencial'', disse Guilherme Barros.

Em entrevista ao ClickPB na manhã desta terça-feira (29), o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, disse que acionou a Procuradoria Geral do Estado para tomar providências em relação à reabertura das faculdades.

LEIA TAMBÉM:

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Ministério Público pede afastamento cautelar de prefeita ao denunciar fraudes e superfaturamento em Diamante e desembargador dá 15 dias para defesa

Justiça Eleitoral condena candidato à reeleição em Barra de São Miguel a pagar multa de R$ 20 mil por usar 'paredão de som' em carreata e promover aglomeração durante pandemia

Faltando 18 dias para o primeiro turno, Justiça eleitoral registra mais de mil denúncias de irregularidades em campanhas na Paraíba

TCE-PB rejeita contas de ex-prefeito, aponta débito de R$ 9 milhões e investimento abaixo do mínimo exigido em educação e saúde