Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Acompanhamento

Promotoria da Educação vai analisar documento que liberou retorno das aulas e verificar cumprimento de protocolos sanitários nas escolas de João Pessoa

"Se elas estabelecem que é possível já, de maneira segura, o retorno das atividades, e estabelece os protocolos, aqueles que são apresentados, a princípio a gente não ver nenhum obstáculo", disse.

MPPB ainda vai analisar documento que determina protocolos de retorno das aulas em João Pessoa. (Foto: Walla Santos)

Por

O promotor de Justiça de Defesa da Educação, Luis Nicomedes de Figueiredo Neto, informou ao ClickPB que ainda não teve acesso ao documento que determina os protocolos para o retorno das aulas presenciais em João Pessoa. O anúncio foi feito pelo prefeito Luciano Cartaxo, nesta sexta-feira (02). De acordo com o promotor, será observado se os protocolos sanitários apresentados seguem os determinados pelo Estado da Paraíba. Além disso, no caso do retorno dessas atividades, o órgão também irá acompanhar se os estabelecimentos de ensino estão seguindo o que é recomendado.

“Não tenho oficialmente o conhecimento do teor desse documento dos protocolos que liberou o retorno das aulas, mas de qualquer modo, o que a gente entende é que quem delibera sobre isso são as autoridades sanitárias. Se elas estabelecem que é possível já, de maneira segura, o retorno das atividades, e estabelece os protocolos, aqueles que são apresentados, a princípio a gente não ver nenhum obstáculo. Como eu digo, a princípio”, afirmou.

Ainda segundo o promotor Luis Nicomedes, é necessário observar se as regras sanitárias estão sendo cumpridas, principalmente nas escolas, logo após o retorno. Disse ainda que o Ministério Público atua na questão administrativa. “O Ministério monitora e acompanha, mas quem delibera sobre essas políticas são as autoridades administrativas. Caberá efetivamente, retornando, posteriormente, verificar se os protocolos que foram estabelecidos estão sendo cumpridos pelas unidades de ensino. Isso já é uma outra etapa”, ressaltou.

Leia mais:

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Prefeitura de João Pessoa denuncia perfil falso que pede dados pessoais

Homem morre após sofrer tentativa de homicídio em Gurjão

João Pessoa utiliza câmeras para observar deslocamento de atletas durante eventos esportivos e realizar desvios no trânsito

Paraibano de 11 anos ganha ouro na Olimpíada Internacional de Matemática e bronze na Olimpíada Nacional de Informática