Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Pandemia

Queda na receita da Paraíba pode chegar a 60% e Estado discute diminuição de repasses para Legislativo e Judiciário

De acordo com o secretário da Fazenda da Paraíba, Marialvo Laureano, para possibilitar a negociação da redução dos repasses, é preciso haver uma conscientização dos outros poderes.

O secretário da Fazenda ainda ressaltou as previsões que já foram feitas para a queda na receita da Paraíba (Foto: Walla Santos)

Por

O Governo da Paraíba está estudando a possibilidade de diminuir os repasses para os poderes Legislativo e Judiciário em razão do impacto nas receitas provocados pela pandemia do covid-19 neste ano de 2020. Alguns estados, como Pernambuco, Espírito Santo e Rio Grande do Sul, como o ClickPB havia antecipado, já seguem o caminho para negociar a redução no valor dos repasses feitos pelo Executivo.

De acordo com o secretário da Fazenda da Paraíba, Marialvo Laureano, em entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan, nesta terça-feira (14), para possibilitar a negociação da redução dos repasses, é preciso haver uma conscientização dos outros poderes. Marialvo destacou que os poderes estão com o funcionamento limitado, o que pode proporcionar a redução dos custos.

"É importante ressaltar aí que o duodécimo calculado para os poderes foram calculados os valores com base na normalidade, como o Estado estivesse recebendo suas receitas normalmente", explicou Marialvo Laureano.

O secretário da Fazenda ainda ressaltou as previsões que já foram feitas para a queda na receita da Paraíba. "Nós vamos ter uma queda agora em abril que varia entre 35% e 40%. E no próximo mês de maio pode chegar a até 60%", afirmou.

"Veja bem, nós estamos economizando combustível, energia, todo o custeio está sendo economizado para que esses recursos sejam todos realocados no combate à pandemia", reforçou Marialvo Laureano. Ele enfatizou que os outros poderes estão trabalhando em home office, o que proporciona uma redução no custeio.

"A lógica é que eles também possam ajudar, reduzindo o duodécimo, no combate à pandemia", declarou o secretário.

Confira o valor anual dos duodécimos repassados pelo Governo da Paraíba, de acordo com dados do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB):

Tribunal de Justiça- R$ 668,4 milhões 

Assembleia Legislativa da Paraíba - R$ 306 milhões 

Tribunal de Contas do Estado da Paraíba- R$ 144 milhões

Ministério Público da Paraíba - R$ 258 milhões 

Defensoria Pública da Paraíba - R$ 81,6 milhões

UEPB- R$ 300 milhões


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

João Azevêdo cria programa para repasse direto de recursos para as escolas que voltarão às aulas presenciais

Escolas municipais de Campina Grande têm retorno tranquilo, neste primeiro dia de retomada do ensino presencial

Cícero Lucena assiste amistoso Brasil x Argentina e ressalta apoio para atrair eventos a João Pessoa

Cabedelo vacina adolescentes 16+ sem comorbidades a partir desta terça-feira