Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Chance

Reaplicação das provas do concurso para cargo de cirurgião-dentista de Tenório e Campina Grande acontece neste domingo

Para o cargo de cirurgião dentista I são oferecidas 26 vagas de ampla concorrência e duas para pessoas com deficiência.

Elas foram anuladas devido à identificação de plágio praticado por um elaborador da prova de conhecimentos específicos para o cargo de cirurgião-dentista dos referidos concursos. (Foto: reprodução)

Por

A reaplicação das provas do concurso de cirurgião-dentista de Tenório e Campina Grande será realizada neste domingo (6). Para o cargo de cirurgião dentista I serão oferecidas 26 vagas de ampla concorrência e duas para pessoas com deficiência. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais e os vencimentos de R$ 4.481,63.Consulte seus locais de provas no site da CPCon.

Os candidatos realizarão novamente as provas de Português, Raciocínio Lógico e Conhecimentos Específicos. 

A segunda chance aos concursados se deu, após uma investigação constatar plágio nas provas do certame que foram aplicadas no dia 1º de novembro. Elas foram anuladas devido à identificação de plágio praticado por um elaborador da prova de conhecimentos específicos para o cargo de cirurgião-dentista dos referidos concursos. O problema foi identificado pela CPCon diante da apresentação de recursos por parte dos candidatos que concorreram nos certames. Ao analisar as justificativas dos recursos, foi constatado que cerca de 80% da prova era plágio. 

De acordo com a presidente da CPCon, professora Ana Alice Sobreira, uma sindicância foi aberta para investigar o fato e a responsabilidade do elaborador. Ao entregar as questões para a Comissão, o elaborador atestou, mediante assinatura de termo de responsabilidade, que todas as questões eram inéditas. Porém, com o ocorrido, verifica-se que o professor faltou com a verdade e, por isso, deverá responder legalmente pelo plágio.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Advogado Raoni Vita critica criação de cartórios unificados e diz que OAB precisa restaurar voz ativa e respeitabilidade

Pacientes de Manaus recebem alta do Hospital Universitário de João Pessoa e celebram cura da Covid-19

Ouvidoria do Ministério Público já recebeu 19 denúncias de irregularidade em vacinação contra covid-19 na Paraíba

Funcionários denunciam falta de vacinas para setor de enfermagem do Hospital Nossa Senhora das Neves e dizem que equipe administrativa furou fila