Concurso

Reta final do CNU: Saiba aumentar as chances de aprovação com dicas de especialista

Para se dar bem nessa reta final é preciso levar em conta o perfil da banca que é a Cesgranrio, reforçar os conteúdos já vistos e priorizar revisões.

Reta final do CNU: Saiba aumentar as chances de aprovação com dicas de especialista

Na reta final do maior concurso da história do país, as poucas horas exigem um ritmo mais propício a revisão. Essa é a avaliação do especialista, o professor Emmanuel Chacon, em entrevista ao ClickPB, nesta quinta-feira (2). De acordo com ele, para se dar bem nessa reta final é preciso levar em conta o perfil da banca que é a Cesgranrio, reforçar os conteúdos já vistos e priorizar revisões.

As provas do Concurso Nacional Unificado (CNU), também chamado de “Enem dos Concursos”, serão realizadas no próximo domingo, dia 5 de maio. São 2,14 milhões de inscritos, para 6.640 vagas, divididas em oito blocos temáticos.

O certamente foi organizado em blocos, entre eles, o bloco 7 (Gestão Governamental e Administração Pública) tem o maior número de vagas entre os que exigem nível superior: 429 mil. Mas é no bloco 4 (Trabalho e Saúde do Servidor) a maior concorrência entre os que exigem diploma universitário: 346 candidatos por vaga. Já o bloco 8 (Nível Intermediário) tem mais de 1.000 concorrentes por vaga.

“Importante que o aluno conheça os assuntos mais cobrados dentro dos conhecimentos gerais e específicos, para que, assim, possa ter uma noção mais ampla dos assuntos que permita atingir o nível de corte. O foco maior também deve ser nas matérias de conhecimentos específicos, que possuem maior quantidade de questões e maior peso na pontuação geral. Daí a importância de estabelecer os assuntos mais recorrentes nas provas da banca. Se o aluno ainda não fez isso, ainda dá tempo de pesquisar, através de sites de questões de concursos que ajudam com mecanismo de filtragem e busca de questões específicas da banca, de cada assunto”, avaliou em entrevista ao ClickPB.

Os candidatos aos cargos de nível superior farão, pela manhã, a mesma prova de conhecimentos gerais em todos os blocos temáticos. O conteúdo será Diversidade e inclusão na sociedade; Ética e integridade: Decreto 1.171/94; Princípios e valores éticos do serviço público; Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011); Políticas públicas: Processos de decisão; Monitoramento e avaliação; Gestão de projetos; Finanças públicas: Plano Plurianual, Lei de Diretrizes Orçamentárias e Lei Orçamentária Anual; Estrutura de receitas e despesas do Estado brasileiro; Administração pública federal: Regime Jurídico Único; Agentes Públicos, lei federal n° 8.112; Desafios do Estado de Direito e Língua Portuguesa.

Já no Bloco 8, os candidatos farão, pela manhã, a prova de Língua Portuguesa e de Redação. E, à tarde, as provas de Matemática, Noções de Direito e Realidade Brasileira.

Horário das provas do Concurso Nacional Unificado:

 

Manhã

  • Abertura dos portões: 7h30min
  • Fechamento dos portões: 8h30min
  • Início das provas: 9h
  • Término das provas: 11h30

 

Tarde

  • Abertura dos portões: 13h
  • Fechamento dos portões: 14h
  • Início das provas: 14h30
  • Término das provas: 18h

 

Como serão as provas do CNU?

 

Blocos 1 a 7 (nível superior)

  • Manhã: 1 prova objetiva única com 20 questões e 1 questão dissertativa específica para cada bloco
  • Tarde: 1 prova objetiva diferente para cada bloco temático com 50 questões

 

Bloco 8 (nível intermediário)

  • Manhã: 1 prova objetiva com 20 questões e redação
  • Tarde: 1 prova objetiva com 40 questões

 

 

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Engavetamento com seis veículos deixa trânsito lento na BR-230, em João Pessoa

2

Paraíba

Fim de semana do São João começa com alerta de chuvas em 61 municípios da Paraíba; veja lista

3

Paraíba

Juíza manda suspender obras do Parque da Cidade, em João Pessoa, no antigo Aeroclube; saiba o motivo

4

Paraíba

Prefeito de Santa Luzia se irrita com falhas em som durante abertura do São João: “é brincadeira uma coisa dessa!”

5

Paraíba

Um dia após inaugurar loja em João Pessoa, teto do Sam’s Club ameaça cair