Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Saúde

Sindicato dos Médicos da Paraíba pede suspensão de provas do concurso da Polícia Civil para modificação de requisitos para cargos

O SIMED cobra da Justiça o resultado da liminar solicitada pelo sindicato em novembro de 2021.

Segundo o presidente do SIMED-PB, Dr. Márnio Costa, atualmente não existem na lei orgânica da Polícia Civil esses cargos de perito médico-legal psiquiatra e patologista. (Foto: reprodução)

Por

Após biomédicos ganharem liminar e Justiça suspender provas do concurso da Polícia Civil da Paraíba referentes ao cargo de perito oficial químico-legal (área geral) e perito oficial químico-legal (área química), o Sindicato dos Médicos da Paraíba (SIMED-PB) cobra da Justiça o resultado da liminar solicitada pelo sindicato em novembro de 2021. Confira o documento obtido pelo ClickPB aqui.

A ação que tramita na justiça estadual pede a readequação das vagas do concurso público da Polícia Civil para os cargos de Perito Oficial Médico-Legal, na área de psiquiatria e patologia. De acordo com o edital, ao todo são ofertadas 50 oportunidades para a categoria, divididas em área geral, psiquiatria e patologia. Em concursos anteriores todas essas vagas eram destinadas a médicos, sem subdivisões.

Segundo o presidente do SIMED-PB, Dr. Márnio Costa, atualmente não existem na lei orgânica da Polícia Civil esses cargos de perito médico-legal psiquiatra e patologista. "O sindicato quer que o concurso fique suspenso até que o Governo do Estado ajuste a lei criando os cargos de perito médico especialista, com a devida remuneração correspondente ao grau de especialização ou alternativamente destine todas as vagas para o que chama de perito médico-legal geral. O que não é razoável aceitar é a exigência de um título de especialista ou um certificado de conclusão de residência médica como requisito para a posse, sem previsão na lei e na carreira policial", reforçou Dr. Márnio.

Saiba mais:

Após decisão para suspender provas, Polícia Civil da Paraíba diz que não foi notificada pela Justiça e que concurso segue normalmente

Após biomédicos, engenheiros químicos vão entrar na Justiça para concorrer a cargos de perito no concurso da Polícia Civil da Paraíba

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

População reclama de existência de área VIP no São João de Santa Rita: "discriminando o povo"

Saúde adere campanha para aumentar coberturas vacinais na Paraíba

Programa Opera Paraíba leva mutirão de 300 cirurgias de catarata para o Hospital Geral de Queimadas

Menina de 12 anos transforma cinco vidas com doação de múltiplos órgãos registrada no Hospital de Trauma de João Pessoa