Reparação

Sindicato dos médicos exige mudanças em edital do concurso da Prefeitura de Conde com salários “indignos”

Conforme apurou o ClickPB, a nota enviada entre Sindicato dos Médicos (Simed-PB) e Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), classifica como uma discrepância os valores de remuneração relativos aos médicos.

Sindicato dos médicos exige mudanças em edital do concurso da Prefeitura de Conde com salários “indignos”

Categoria classifica como uma discrepância os valores de remuneração relativos aos médicos no concurso da Prefeitura de Conde.. — Foto:Reprodução

Em nota enviado ao portal ClickPB, entidades ligadas aos profissionais da medicina na Paraíba, criticam veemente o edital do  concurso público da Prefeitura de Conde, onde oferece salários ao médicos de R$ 1,5 mil com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

TCE encontra irregularidades em concurso de Conde e vai suspender certame

Conforme apurou o ClickPB, a nota enviada entre Sindicato dos Médicos (Simed-PB) e Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), classifica como uma discrepância os valores de remuneração relativos aos médicos.

Edital de concurso da Prefeitura de Conde prevê salário de R$ 1.500 a médicos; profissionais que atuam na área recebem até R$ 12 mil

O Sindicato dos Médicos da Paraíba (Simed-PB) exige que a Prefeitura de Conde retifique os baixos valores relativos à categoria, pois fere o código de ética médica, além do direito do médico ter um salário digno para exercer a sua profissão.

Empresa contratada pela Prefeitura de Conde para concurso é alvo de quase 200 processos na justiça por fraude, denuncia vereador

A categoria deve notificar a Prefeitura de Conde para ajustar as inadequações salariais estabelecidas pelo edital do concurso público.

Conselho de Medicina da Paraíba repudia concurso público da Prefeitura de Conde que oferece salário de R$ 1,5 mil e jornada de 40 horas para médicos

Entenda o caso

Uma série de irregularidades foram constatadas no concurso da Prefeitura de Conde por auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) que sugeriram em seu relatório a suspensão do processo do certame.

Conforme apurou o ClickPB, a investigação foi iniciada a partir de uma denúncia do vereador Eduardo Soares Cassol. O parlamentar verificou falhas sérias na contratação da empresa organizadora do concurso, feita sem licitação. 

Segundo conta na denúncia, a prefeita Karla Pimentel contratou a Consulpam Consultoria por R$ 290 mil para organizar o concurso ignorando completamente o fato de que a empresa estaria envolvida em várias irregularidades relativas à falta de transparência e outras inconformidades na execução dos certames.

Ainda como consta no documento ao qual o ClickPB teve acesso, a presidente da mesma empresa estaria enfrentando diversas denúncias e processos judiciais no estado do Ceará, incluindo esferas criminais, por acusações que envolveriam falsificação de documentos públicos, falsificação de documento particular, fraude e outras situações.

Conselho aponta erro e quer que Prefeitura de Conde corrija baixo salário de concurso; valor oferecido é de R$ 1.500 e categoria reivindica R$ 7.900

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Polícia Militar impede ataque de grupo criminoso e apreende armas em Santa Rita

2

Paraíba

Trens voltam a circular entre Cabedelo e Santa Rita a partir de amanhã, informa CBTU

3

Paraíba

Prefeitura de Barra de Santana vai ‘torrar’ quase R$ 200 mil em três shows

4

Paraíba

Prefeitura lança edital de apoio financeiro a alunos carentes em João Pessoa

5

Paraíba

Apostador da Paraíba acerta cinco dezenas e fatura mais de R$ 40 mil na Mega-Sena; prêmio principal sai para o Rio de Janeiro