Crime ambiental

Sudema confirma que condomínio de luxo em Bananeiras desmatou floresta nativa protegida; multa foi de R$ 5 mil

A Sudema informou que, em março de 2024, foi emitido um auto de infração. Além disso, foram embargados alguns lotes por estarem nessas áreas. 

Condomínio, alvo. ações, MP, Sudema.

Condomínio é alvo de ações do MP e Sudema. (foto: reprodução/Facebook)

A Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) confirmou, nesta quarta-feira (5), que o condomínio de luxo Jardim Imperial, no município de Bananeiras, desmatou área protegida. O órgão informou que, em março de 2024, foi emitido um auto de infração, com multa de R$ 5 mil. Além disso, foram embargados alguns lotes por estarem nessas áreas. 

A licença de instalação está vencida desde 21 de maio de 2023. Sobre o processo de renovação de licença de instalação, que está em trâmite na Sudema, a autarquia aguarda que o requerente faça as adequações devidas no projeto, solicitadas em maio, para que então seja feita nova análise pelo corpo técnico.

O auto de infração emitido em março foi em consequência do desmatamento de floresta/vegetação nativa em área verde. Também foi lavrado embargo com relação a alguns lotes do empreendimento, por estarem inseridos em áreas aprovadas como área verde, ou seja, protegida.

Entenda o caso

O Ministério Público da Paraíba abriu uma investigação para apurar o funcionamento do condomínio de luxo sem licença ambiental. O empreendimento Jardim Imperial vem funcionando sem autorização das normas de meio ambiente.

Conforme apurou o ClickPB, a denúncia foi protocolada no órgão pela Sudema.

Um relatório de fiscalização elaborado pela própria Sudema, apontou que o funcionamento do condomínio não conta com o devido licenciamento ambiental.

O inquérito civil é coordenado pelo promotor Airles Katia Borges Rameh de Souza, da 2º Promotoria de Justiça de Bananeiras.

Para o Ministério Público, a denúncia configura, a princípio, infração à legislação ambiental vigente, com repercussão nas esferas administrativa, civil e criminal, competindo ao Ministério Público instaurar procedimento administrativo adequado para colher provas dos fatos narrados no auto de infração e apurar responsabilidades.

Leia Mais

Ministério Público investiga condomínio de luxo sem licença ambiental em Bananeiras

Bananeiras: condomínio de luxo alvo de ação da Sudema diz que solicitou nova licença ambiental

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

Loja da Paraíba é condenada a indenizar consumidora em R$ 4 mil por não cumprir seguro de celular; saiba qual

2

Paraíba

Sudema notifica restaurante para remover lançamento de água suja para a areia da praia em João Pessoa

3

Paraíba

Luciano Cartaxo descarta intriga e diz que federação PT com PV e PcdoB está unida: “não tem mais batalha, tudo definido”

4

Paraíba

“Pronto para receber de braços abertos”, diz Nilvan sobre aliança com o PSB; partido deve indicar vice

5

Paraíba

Cartaxo diz que escolha de Amanda Rodrigues como pré-candidata a vice traz fortalecimento das mulheres na gestão pública