Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Pandemia

Trabalhadores da educação cobram vacinação e solicitam aquisição de aparelhos e internet para ensino online em João Pessoa

"​​Nós cobramos da secretaria vários pontos, entre eles está a questão do retorno das atividades presenciais só com a vacinação de todos os trabalhadores da educação, com a primeira e segunda dose e a resposta ao intervalo imunológico", destacou o sindicalista.

Foi solicitado ainda, que enquanto essas atividades não sejam colocadas em prática devido a licitação, que seja disponibilizado um plano de internet específico ou "m valor que cubra as despesas dos professores com os equipamentos e a conexão", destacou. (Foto: reprodução)

Por

Durante reunião sobre os critérios para o retorno das aulas em João Pessoa, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município (Sintem), Daniel de Assis, disse, em entrevista ao ClickPB, na tarde desta segunda-feira (12) que a pauta prioritária foi discutida em torno da vacinação dos trabalhadores do setor. De acordo com ele, todas as reivindicações foram repassadas a secretária de Educação e Cultura de João Pessoa (Sedec-JP), América Castro. 

"Nós cobramos da secretaria vários pontos, entre eles está a questão do retorno das atividades presenciais só com a vacinação de todos os trabalhadores da educação, com a primeira e segunda dose e a resposta ao intervalo imunológico", destacou o sindicalista.

Conforme apurou o ClickPB, o Sindicato reivindicou que a PMJP viabilize kits de material didático e pacote de internet para alunos e professores para que as atividades remotas sejam realizadas com mais eficiência. "Solicitamos para os profissionais em educação subsídios financeiros destinados a aquisição de recursos tecnológicos para viabilizarem o desenvolvimento das atividades remotas", explicou.

Também foi solicitado que haja celeridade na entrega dos kits de alimentação escolar, para garantir a segurança nutricional de todos os alunos da rede municipal, que conta com 187 unidades de ensino e cerca de 71 mil alunos, onde 10 mil são novatos. Além de reivindicar ao prefeito Cícero Lucena, um estudo para o estabelecimento de reajuste para os Trabalhadores em Educação. 

Foi solicitado ainda, que enquanto essas atividades não sejam colocadas em prática devido a licitação, que seja disponibilizado um plano de internet específico ou "m valor que cubra as despesas dos professores com os equipamentos e a conexão", destacou. 


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Por aumento de casos de covid-19, Prefeitura de Esperança institui toque de recolher até fim do mês

Veículo capota e deixa trânsito lento na BR-230, nas proximidades da UFPB

Roberto Carlos Nunes, ex-prefeito de Duas Estradas e pai da atual prefeita, morre vítima de covid-19

Governador institui 2021 como ano cultural José Lins do Rego na Paraíba