Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Maternidade

Três mulheres dão à luz bebês gêmeos no Instituto Cândida Vargas nesta semana em João Pessoa

Segundo a equipe multidisciplinar, Luana Zacarias Miguel já recebeu alta da maternidade e já está em sua casa.

Três mulheres deram à luz a bebês gêmeos durante essa semana no Instituto Cândida Vargas (ICV), em João Pessoa (Foto: Reprodução)

Por

Três mulheres deram à luz a bebês gêmeos durante essa semana no Instituto Cândida Vargas (ICV), em João Pessoa. Sob os cuidados da equipe médica e multidisciplinar, as mães e as crianças recebem os cuidados necessários para garantir a saúde e o bem-estar, visando oferecer um bom atendimento, cada vez mais humanizado.

Segundo a equipe multidisciplinar, Luana Zacarias Miguel já recebeu alta da maternidade e já está em sua casa. Já Eliane Alves e Cristina Carneiro permanecem recebendo a atenção da equipe.
 
Para a mãe dos gêmeos Emanuel e Ester, Eliane Soares, o cuidado recebido na maternidade é excelente, tanto para ela quanto para seus filhos. “Primeiro dizer que estou muito feliz em ter gêmeos. Já sou mãe de duas crianças e essas estão vindo com muita felicidade. Desde o dia que cheguei aqui até agora estou sendo muito bem cuidada. Eu realmente me sinto em casa, pois com toda essa atenção e cuidado não teria como ser diferente”, disse emocionada.
 
Eliane Alves está com seus filhos no método Canguru e no local tem recebido treinamento de como pegar os bebês, como posicioná-los e como prender ao corpo. O objetivo do método Canguru é estimular o aleitamento, incentivando a presença constante dos pais junto ao recém-nascido em contato contínuo, diminuir o tempo de internação e reduzir o estresse da família. Estudos mostram que em hospitais onde o método é usado, a quantidade de leite diário nas mães que fazem o contato pele a pele com o bebê é maior, e também, que o período de amamentação dura por mais tempo.
 
Na maternidade, essas crianças têm atividades de humanização como Hora do Soninho, banho envelopado, ofurô, visita integrada, diminuição da luminosidade na incubadora, luz individualizada para procedimentos, entre outros, são medidas de neuroproteção que as equipes de enfermagem, fisioterapia, terapia ocupacional e fonoaudiologia proporcionam para o bem-estar dos bebês e a garantia de ambiente saudável, culminando com as boas práticas de assistência ao prematuro no Instituto.
 
Além disso, os bebês e as mães têm atendimento psicológico, das assistentes sociais e acompanhamento nutricional. “Somos uma maternidade com o título Amigo da Criança e estamos desempenhando um trabalho de qualidade para essas crianças gêmeas e todas as outras da nossa maternidade. Ficamos felizes em notar que essas mães estão satisfeitas e felizes. É maravilhoso realizar um bom trabalho para a sociedade”, disse a diretora multidisciplinar do ICV, Alyne Soares.
 


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Pluviômetros instalados em sete bairros de João Pessoa auxiliam Defesa Civil no monitoramento de chuvas

Maior São João do Mundo deve gerar mais de dois mil empregos diretos e indiretos em Campina Grande, prevê Associação

Confira os 12 trechos de praias impróprios para banho no Litoral da Paraíba neste domingo

Dupla suspeita de roubo de bicicleta na orla é presa em João Pessoa