Agora

URGENTE: Fabrícia Farias, dona da Braiscompany, é solta por decisão da Justiça da Argentina, diz defesa

Ela havia sido presa pela Interpol na noite de ontem, quinta-feira, na Argentina. Em virtude dessa determinação, ela aguardará o processo de extradição em liberdade.

URGENTE: Fabrícia Farias, dona da Braiscompany, é solta por decisão da Justiça da Argentina, diz defesa

Fabrícia Farias, esposa de Antônio Neto Ais e dona da Braiscompany, foi liberada para aguardar o seu pedido de extradição em liberdade, de acordo com a equipe de advogados que faz sua defesa. Ela foi presa nesta quinta-feira (29) na Argentina, onde estava escondida. As informações foram repassadas ao ClickPB pelo escritório de advocacia Nelson Willians, que representa o casal Braiscompany. A Polícia Federal ainda não se manifestou.

De acordo com documento que o ClickPB teve acesso, o Ministério Público da Argentina disse que não se opõe para que Fabrícia Farias seja solta, mas ela deve se dispor à obrigação de comparecer periodicamente ao tribunal, sendo vedada a saída do país. Todas as informações foram repassadas ao ClickPB pela defesa do casal. 

Uma equipe de advogados do escritório Nelson Wilians partiu de São Paulo, na tarde desta sexta-feira (1º), com destino a Buenos Aires, com o propósito de assumir pessoalmente a condução do caso no país vizinho.

Como publicou o ClickPB, Fabrícia havia sido presa pela Interpol na noite desta quinta-feira (29), na Argentina. Agora, por conta dessa determinação, ela vai aguardar o processo de extradição em liberdade. Os dois passaram por audiência. A defesa informou ao ClickPB que a Justiça acolheu a petição.

“A Justiça argentina acolheu a petição apresentada por nós e deliberou que Fabrícia aguarde o curso do procedimento de extradição em liberdade, haja vista o entendimento de que não figura como uma ameaça às investigações e não apresenta risco de evadir-se”, esclarece o advogado Santiago Andre Schunck, como verificou o ClickPB.

Ele acrescenta ainda: “No que concerne ao cônjuge dela, estamos adotando as providências pertinentes para que ele também aguarde a extradição em liberdade”, verificou o ClickPB. 

Antonio Inácio Da Silva Neto e Fabrícia Farias eram sócios da empresa de criptoativos Braiscompany, com sede na Paraíba, e estão sendo investigados por suposta prática de pirâmide financeira.

Prisão preventiva

No dia 24 de fevereiro de 2023, como trouxe o ClickPB, o juiz Vinícius Costa Vidor, da 4ª Vara da Justiça Federal em Campina Grande, decretou a prisão preventiva do casal.

O decreto veio após o delegado responsável pela operação Halving solicitar a ação, para que os nomes de Antônio Neto e Fabrícia pudessem ser incluídos na difusão vermelha da Interpol.

A investigação

Os donos da Braiscompany, Antônio Ais Neto e Fabrícia Ais, estavam sendo vigiados há mais de uma semana pela Interpol no condomínio de luxo onde foram capturados nessa quinta-feira (29). Conforme verificou o ClickPB, a dupla presa segue à disposição da Justiça da Argentina enquanto tramita o procedido de extradição para o Brasil.

A Polícia Federal (PF) e a Interpol na Argentina, após um trabalho de cooperação internacional, finalmente prenderam na noite dessa quinta-feira (29) o casal brasileiro dono da empresa Braiscompany, investigado e condenado juntamente com outras pessoas na Operacao Halving.

A prisão ocorreu em Escobar/Argentina. O casal é acusado de comandar um esquema de pirâmide financeira por meio da empresa, que gerou ganhos ilegais bilionários.

A intensa troca de informações, que viabilizou a ação, se deu entre a Superintendência da PF na Paraíba, o Escritório Central da Interpol em Brasília e sua congênere no país vizinho, como apurou o ClickPB.

Com Redação

Leia Mais

Felipe Pontes afirma que há políticos, empresários e religiosos envolvidos em escândalo da Braiscompany: “se tiver delação, a Paraíba pega fogo”

VEJA FOTOS: condomínio de luxo onde ‘casal Braiscompany’ se escondia tem campo de golfe, quadras de tênis e ‘clube familiar’

Vídeo mostra prisão de Antônio e Fabrícia Ais na Argentina; ministra chamou paraibano de “vigarista mais procurado do Brasil”

Advogado fala em maior esperança de clientes reaverem investimentos na Braiscompany após prisão de Antônio e Fabrícia Ais

Advogados do casal Braiscompany aparecem e se dizem confiantes com a Justiça

Foragido, dono da Braiscompany vivia na Argentina com identidade falsa e usava nome de João Felipe Costa

Advogado considerado “caçador” de Antônio Ais, da Braiscompany, quer comemorar prisão em cima de trio elétrico

Vítimas da Braiscompany fazem carreata hoje para comemorar prisão de Antônio Neto e Fabrícia Ais

Donos da Braiscompany estavam sendo vigiados em condomínio de luxo há mais de uma semana pela Interpol

VEJA FOTOS: condomínio de luxo onde ‘casal Braiscompany’ se escondia tem campo de golfe, quadras de tênis e ‘clube familiar’

BRAISCOMPANY: Antônio Neto e Fabrícia Ais são presos na Argentina, após mais de um ano foragidos

COMPARTILHE

Bombando em Paraíba

1

Paraíba

VÍDEO: homens invadem balneário, matam duas pessoas e causam pânico em famílias que estavam no local

2

Paraíba

Número de emergência dos Bombeiros fica sem funcionar em quase 30 cidades por problemas na operadora

3

Paraíba

Jovem é morto a tiros por grupo armado no bairro do Rangel

4

Paraíba

Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena 2712, e prêmio vai a R$ 66 milhões

5

Paraíba

Padre Egídio passa mal dentro de presídio, é internado e segue na UTI após cirurgia em João Pessoa