Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Após erro

Vacinação contra Covid-19 é suspensa temporariamente em Lucena e ainda não há data para retorno

Ao todo, estima-se que 200 pessoas tomaram o imunizante vencido. Desse total, 49 eram crianças.

SES-PB analisam cenário da vacinação na cidade e permanece suspensa. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Por

A vacinação contra Covid-19 no município de Lucena, no Litoral Norte da Paraíba, está suspensa temporariamente após vir à tona a denúncia da imunização de crianças de 5 a 11 anos de idade com vacinas de adultos e com prazo de validade vencido. Ao ClickPB, o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, informou, nesta terça-feira (18), que ainda não há previsão de retorno.

Desde ontem, equipes da Secretaria de Estado da Saúde estão na cidade de Lucena fazendo a catalogação do quantitativo de pessoas que foram imunizadas com vacinas vencidas assim como o de crianças que tomaram de forma erra o imunizante de adulto. Isso ocorreu antes da chegada da vacina pediátrica que é destinada especificamente para esse público.

O primeiro lote só desembarcou em solo paraibano na último sexta-feira (14). Logo após isso explodiu o escândalo que repercute nacionalmente. Está prevista para o dia de hoje (18) a chegada de representantes da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e de infectologista do Ministério da Saúde. 

“Estamos na avaliação primeiro, catalogando o número de casos que foram vacinados erroneamente e ainda não há data definida para que seja reiniciada a vacinação em Lucena. Ela [a vacinação] foi suspensa temporariamente”, comentou em conversa com o ClickPB. Na data de hoje, o Ministério Público Federal (MPF), também está ouvindo pessoas envolvidas na vacinação indevida das crianças. 

Na última sexta-feira (14), o ClickPB trouxe, em primeira mão, a denúncia de que várias crianças em uma comunidade da zona rural de Lucena haviam sido vacinadas contra Covid-19 com doses com vacinas para adultos e antes da chegada dos imunizantes corretos. No dia seguinte, descobriu-se que os imunizantes aplicados estavam fora da validade. Segundo o apurado, as crianças estavam sendo imunizadas desde o mês de dezembro de 2021.

Após avaliação, a Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba constatou que 49 crianças com menos de 12 anos foram vacinadas irregularmente em Lucena. Sendo que 13 crianças receberam doses que estavam dentro do prazo de validade e 36 que não estavam, pois foram armazenadas em temperatura positiva há mais de 30 dias. Além disso, também foi constatado que cerca de 200 pessoas, entre adolescentes e adultos, tomaram vacinas fora da validade na cidade.

Leia mais:


Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Bebê é internado em estado grave e com sinais de maus tratos no Hospital de Trauma em João Pessoa

IFPB é bicampeão mundial da Huawei ICT Competition na categoria nuvem

Empaer realiza leilão virtual de 63 carros usados, no próximo sábado; Saiba como participar

Gilmar Mendes manda para o TRE-PB processo principal da Operação Calvário ao acatar recurso do ex-governador Ricardo Coutinho