Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Saúde

Vacinação vai começar nas crianças a partir dos 11 anos com deficiência e com comorbidade e segue em ordem decrescente na Paraíba

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, as crianças com deficiência permanente e com comorbidades serão as primeiras, depois indígenas e quilombolas e crianças que convivem com idosos, na mesma casa e, na sequência, todas as demais crianças, por ordem decrescente.

A vacinação deve ser adiada em crianças que apresentem doença febril aguda grave ou infecção aguda. (Foto: reprodução)

Por

A vacinação infantil vai começar nas crianças a partir dos 11 anos, em ordem decrescente de idade na Paraíba. De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, as crianças com deficiência permanente e com comorbidades serão as primeiras, depois indígenas e quilombolas e crianças que convivem com idosos, na mesma casa e, na sequência, todas as demais crianças, por ordem decrescente. 

Segundo o Núcleo Estadual de Imunizações e Gerência Executiva de Vigilância em Saúde, a distribuição das 23.600 doses pediátricas do laboratório Pfizer destinadas à vacinação de crianças de 5 a 11 anos aos 223 municípios começa neste sábado (15), às 7h da manhã. 

As doses chegarão à SES nesta sexta-feira (14), às 11h30. No sábado, sairão com a mesma estrutura logística utilizada na distribuição da vacina de Covid-19 para adultos, com 12 carros refrigerados e um avião, que entregarão o imunizante nas Regionais de Saúde, de onde os municípios farão a retirada.

“Fiquem atentos, pais, mães, responsáveis! É fundamental que possamos começar a vacinar nossas crianças. Assim como os adultos, elas também estão expostas ao novo coronavírus. Vamos fazer com que em 2022 nossas crianças possam estar cada vez mais protegidas. É um momento muito importante de mais proteção para o futuro da Paraíba”, convocou o secretário executivo da SES, Daniel Beltrammi.  

“Os pais ou responsáveis devem estar presentes, manifestando sua concordância com a vacinação. Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada por um termo de assentimento por escrito”, orientou a chefe do Núcleo de Imunização, da SES, Isiane Queiroga. 

A vacinação deve ser adiada em crianças que apresentem doença febril aguda grave ou infecção aguda. 

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Mais de 3 mil paraibanos lotam filas em busca de emprego e Prefeitura amplia Feirão da Empregabilidade até amanhã

Ministro paraibano Vital do Rêgo vota contra privatização da Eletrobras e aponta supostas ilegalidades no processo

PRF emite nota de pesar após morte de policiais na BR-116 e diz que indivíduo desorientado resistiu a abordagem: "entristece toda a instituição"

Projeto Cooperar inscreve propostas na área de tecnologias sociais até o dia 31 de maio