Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Paraíba

Editoria sobre Paraíba ir para editoria →

Operação Calvário

Vaza delação de Livânia: Efraim e mais seis deputados estaduais são citados em repasses de dinheiro; confira a lista

Em seu depoimento, a ex-secretária de Administração da Paraíba disse que, em 2014, soube através de Ivan Burity que houve um acordo para que Efraim Filho ficasse com apoio da chapa seria pago um valor de R$ 2 milhões

Além de ter ocupado o cargo de secretária de Administração, Livânia também comandou a Procuradoria do Estado da Paraíba entre 1º de janeiro de 2011 e 29 de junho de 2011 (Foto: Reprodução)

Por

A ex-secretária de Administração da Paraíba, Livânia Farias, denunciou repasses de dinheiro a Efraim Filho e mais seis deputados estaduais, em delação no âmbito da Operação Calvário ao Ministério Público da Paraíba.

Em seu depoimento, a ex-secretária de Administração da Paraíba disse que, em 2014, soube através de Ivan Burity que houve um acordo para que Efraim Filho ficasse com apoio da chapa seria pago um valor de R$ 2 milhões. Ela relatou que Ivan Burity fez um repasse de R$ 1 milhão a Efraim Filho no dia do acordo, e mais R$ 250 mil entregues posteriormente.

Em delação, Livânia Farias citou repasses de mais de R$ 12 milhões do empresário Marcos Nunes para parlamentares, sendo R$ 4 milhões para Arthur Cunha Lima, 1,6 milhão para Edmilson Soares para dividir esse valor com Lindolfo Pires, Tião Gomes, Genival e Branco Mendes.

Confira a denúncia abaixo:

Operação Calvário

O Gaeco do Ministério Público da Paraíba, Polícia Federal e Controladoria Geral da União deflagraram a sétima fase da operação em dezembro de 2019, e prenderam o ex-governador Ricardo Coutinho, na sexta-feira (20). Diversos auxiliares da gestão de RC, como a então secretária e agora prefeita de Conde, Márcia Lucena, também foram presos. 

Além de ter ocupado o cargo de secretária de Administração, Livânia também comandou a Procuradoria do Estado da Paraíba entre 1º de janeiro de 2011 e 29 de junho de 2011. Até 2018, último ano do segundo mandato de Coutinho, ela afirma ter feito a entrega de R$ 4 milhões. 

LEIA MAIS: Livânia diz em delação que entregou quase R$ 2 milhões de propina a Ricardo Coutinho

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Equipamentos de Proteção Individual e insumos para combater coronavírus terão preço tabelado na Paraíba

Euclides Vaz de Araújo, presidente das Virgens de Mangabeira, morre com covid-19 após 36 dias internado no Hospital Universitário

Agora é Lei: idosos terão acesso irrestrito aos caixas presenciais em bancos e casas lotéricas durante pandemia​

Fecomércio orienta cautela na reabertura do comércio na capital paraibana na próxima segunda-feira