Roubo

Homem remove tornozeleira eletrônica para praticar assaltos e é preso em João Pessoa

O caso ocorreu por volta das 15h, quando o homem tentou roubar perfumes e carnes, entre outros objetos, totalizando o valor de R$ 334,01.

O caso ocorreu por volta das 15h, quando o homem tentou roubar perfumes e carnes, entre outros objetos

O caso ocorreu por volta das 15h, quando o homem tentou roubar perfumes e carnes, entre outros objetos

Um homem foi preso na tarde do último sábado (10), após uma tentativa de furto a um supermercado localizado no bairro Água Fria. Após ser preso, o homem relatou ter removido manualmente sua tornozeleira eletrônica antes de praticar o crime para evitar ser rastreado. O homem ainda tentou se passar pelo irmão fornecendo dados falsos no momento da prisão.

O caso ocorreu por volta das 15h, quando o homem tentou roubar perfumes e carnes, entre outros objetos, totalizando o valor de R$ 334,01. O indivíduo, ao tentar deixar o estabelecimento com os itens não pagos, foi detido pelos seguranças.

Levado à Central de flagrantes para o registro da ocorrência, o acusado se identificou inicialmente usando o nome de um irmão e informou o nome da mãe e a data de nascimento. No entanto, uma verificação no sistema de registro de presos, revelou que a fotografia no banco de dados não correspondia ao indivíduo detido.

Confrontado com essa inconsistência, o homem admitiu ter fornecido os dados de seu irmão. Ele revelou seu verdadeiro nome e confessou possuir antecedentes criminais, incluindo passagens por roubo.

 

 

COMPARTILHE

Bombando em Notícias Policiais

1

Notícias Policiais

Polícia prende suspeito de tráfico de drogas em Alhandra

2

Notícias Policiais

Polícia prende três suspeitos de tráfico de drogas em Guarabira

3

Notícias Policiais

VÍDEO: ônibus perde o controle e tomba na BR-230 em Sobrado

4

Notícias Policiais

Motorista fica ferido após caminhão sair da pista e tombar na BR-361, no Sertão da Paraíba

5

Notícias Policiais

Tio de criança que morreu após cair de ônibus na Paraíba denuncia porta quebrada e falta de supervisão