Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Críticas

Assessores de João pressionam lideranças do PSB para saber ‘de que lado vão ficar’, diz Gervásio Maia

Gervásio comentou ainda que “nos últimos meses o governador João tem adotado algumas medidas que geram uma dúvida muito grande”.

“Afinal de contas, o que é que está havendo? João vai romper?”, questionou Gervásio Maia (Foto: Reprodução)

Por

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (25) o deputado federal Gervásio Maia criticou a atuação do governador João Azevêdo junto ao partido deles, o PSB. De acordo com Gervásio, assessores do governador têm trabalhado no sentido de pressionar as lideranças nos municípios do interior da Paraíba.

“A equipe mais perto do governador João tem telefonado permanentemente para as nossas lideranças nos municípios perguntando de que lado eles vão ficar”, comentou Gervásio Maia. “Afinal de contas, o que é que está havendo? João vai romper?”, questionou.

Interrogado sobre quem seriam os assessores de João Azevêdo que estariam pressionado as lideranças, Gervásio respondeu que se trata da “equipe de frente do governador, os que estão no palácio o tempo inteiro, estão ao lado dele nas fotografias”. O parlamentar ainda criticou o fato de que “os adversários de outrora, que tentaram nos derrotar, é que estão próximos do centro de poder”.

Gervásio comentou ainda que “nos últimos meses o governador João tem adotado algumas medidas que geram uma dúvida muito grande”.

“João, como nossa liderança principal, de estar no cargo de governador, tem que trabalhar o fortalecimento do PSB e não permitir atitudes que possam gerar, em certo instante, desidratação do partido que o elegeu”, considerou o deputado federal. Gervásio destacou que estranhou quando um prefeito anunciou sua saída do PSB e, dias depois, João Azevêdo esteve com ele tirando fotos como se não tivesse acontecido nada.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Eleições 2020: Tribunal disponibilizará equipamentos de proteção individual para garantir segurança no pleito durante pandemia

Brasil atua para 'desfazer opiniões distorcidas' sobre preservação ambiental, diz Bolsonaro

Republicanos anuncia apoio à pré-candidatura do Partido Verde em João Pessoa

Ex-ministro Kassab, presidente nacional do PSD, defende Bruno Cunha Lima como candidato em Campina Grande