Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Acusação

Bebianno: 'Bolsonaro foi quem falou em dossiê sobre orgia gay de Luiz Phillipe'

O deputado afirmou ontem que Bolsonaro confirmou a ele que foi Bebianno quem minou as chances de ele ser o vice.

Bebianno acusa o presidente de ter ele falado num dossiê sobre o deputado Luiz Phillipe Orleans e Bragança (Foto: Reprodução)

Por

Gustavo Bebianno, o ex-braço direito de Jair Bolsonaro, disparou pelo WhatsApp um vídeo em que rebate a afirmação de que o presidente articulou para derrubar candidatos a vice na chapa presidencial de 2018 e acusa o presidente de ter ele falado num dossiê sobre o deputado Luiz Phillipe Orleans e Bragança.

O deputado afirmou ontem à noite que Bolsonaro confirmou a ele que foi Bebianno quem minou as chances de ele ser o vice .

"O presidente me telefonou dizendo para mim e para o Julian Lemos (hoje deputado) que havia recebido um delegado e um general do Exército com um doissê com fotos de Luiz Phillipe de Orleans e Bragança com fotos num baile gay, de máscaras, participando de uma orgia, e envolviment ocom gangues de rua que agrediam mendigos. Uma história baixa, surreal", afirmou Bebianno.

Segundo Bebianno, Bolsonaro afirmou na sequência que estava conversando com Hamilton Mourão sobre a vice. Mais tarde, quando todos se encontraram no aeroporto para embarcar, Bolsonaro confirmou que não seria mais Orleans e Bragança o candidato a vice. O ex-ministro afirma ter tentado demovê-lo.

"Perguntei se não ia ficar uma chapa muito militarizada? Ele deu três socos com toda a força no meu peito e disse 'confia, porra'. Ele mandou eu ligar para o 'Príncipe' e eu avisar. Brinquei: 'vai me dar essa missão?'. Ele disse: 'Vai, pára-raio, vai. Missão dada é missão cumprida'. Liguei pro 'Príncipe' e com toda a diplomacia fui falar isso. Ele ficou muito incomodado".

Bebianno desafiou Bolsonaro no vídeo:

"É uma mentira deslavada. O presidente, se disse isso, mais uma vez falta com a verdade. Da mesma forma que faltou com a verdade quando disse que não tinha conversado comigo, quando tinha conversado três vezes. Da mesma forma que faltou com a verdade agora, quando disse que não estava articulando no PSL. Uma coisa é se enganar e outra é a pessoa afirmar fatos que ela sabe que não são verdadeiros. É no mínimo uma leviandade me acusar de fazer um dossiê contra qualquer pessoa. Desafio o presidente a provar e dizer isso nos meus olhos".

E finalizou:

"Seu mandato, presidente, não lhe dá o direito de denegrir quem o senhor quiser. Gostaria de passar por um detector de mentiras, eu e o senhor. Vamos ver quem é o mentiroso? Está feito aqui o desafio".

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Bruno Farias quer investir em obras de ligação entre bairros e acusa má gestão dos recursos públicos na Prefeitura de João Pessoa

Cabo Gilberto é confirmado novo líder da bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba

Justiça anula edital de eleição indireta para prefeito de Bayeux

Nova regra deixa partidos nanicos sem tempo de TV nas eleições municipais