Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Disputa

Cabo Gilberto critica ação de Olímpio Filho na Justiça contra 'motociata' pró-Bolsonaro em Campina Grande: "narrativas que o PSOL inventa para ganhar mídia"

O presidente visita Campina Grande no dia 24, quando deve participar do Maior São João do Mundo, no Parque do Povo. PSOL alega que a "motociata" seria propagando eleitoral antecipada.

PSOL ajuíza ação contra “motociata” pró-Bolsonaro em Campina Grande alegando propaganda eleitoral antecipada; Cabo Gilberto rebate afirmando que partido quer mídia (Foto: Walla Santos)

Por

O advogado Olímpio Rocha (PSOL), pré-candidato a Deputado Estadual na Paraíba, ajuizou ação popular contra o Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, e contra a União, pedindo à Justiça Federal que proíba a realização de “motociata” em Campina Grande, no dia 24 de junho, quando o presidente estará na cidade, durante os festejos do Maior São João do Mundo.

À TV Arapuan, Olímpio disse que o ato fere a lei eleitoral, configurando-se como propaganda antecipada. “Essa propaganda, ela é proibida pela Justiça Eleitoral, só pode a partir dos registros das candidaturas. Só a partir de 16 de agosto que é possível fazer esse tipo de propaganda.”

O Deputado Estadual Cabo Gilberto, do PL, partido do presidente, um dos organizadores de grupos de extrema-direita no Estado e um dos idealizadores da "motociata", disse ao programa que o PSOL é “apagado” nacionalmente e quer aparecer ganhando um minuto de fama as custas de Bolsonaro.

“É narrativas que o Psol inventa para ganhar mídia”, disse ao Arapuan Verdade.

Na ação, Olímpio Rocha alega que a organização e realização do ato ferem a lei eleitoral, configurando verdadeira propaganda antecipada, além de macular as normas federais, estaduais e municipais que protegem a saúde pública, considerando que a pandemia de COVID-19 não acabou no país, estando numa crescente, com pessoas ainda sendo internadas nos hospitais da cidade.

A ação popular (nº 0805079-17.2022.4.05.8200) foi distribuída para a 2ª Vara Federal, em João Pessoa, já que o Supremo Tribunal Federal (STF) determina que ações que versem sobre a defesa da saúde pública, em caráter nacional, devem tramitar na capital do Estado em que são ajuizadas, estando conclusa para decisão liminar do juízo.

Conforme já noticiou o ClickPB, Bolsonaro fará a inauguração de um residencial no Bairro das Indústrias, em João Pessoa, pela manhã do dia 24 e estará no Parque do Povo, no São João de Campina, a noite. A 'motociata' está sendo organizada por apoiadores e deve ocorrer no turno da tarde.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2022 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Nove deputados federais da Paraíba disputam reeleição em 2022; confira concorrentes

Cícero Lucena lança cartilha em João Pessoa com regras para secretários e servidores no período eleitoral

Bruno Roberto impugna candidatura de Ricardo Coutinho a senador; ex-governador está inelegível

Candidatos ao Governo da Paraíba declaram bens à Justiça Eleitoral e valores variam de R$ 6 mil a R$ 1,4 milhão; três não deram informações