Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

R$ 600

CGU detecta 49 servidores da Câmara de Campina Grande como recebedores ilegais do auxílio emergencial e CMCG notifica envolvidos

Ao programa Arapuan Verdade desta sexta-feira, a presidente da Câmara, Ivonete Ludgério, informou que mais da metade dos servidores notificados já executou o processo de devolução.

Segundo a CMCG, se o prazo for encerrado sem que o servidor devolva o dinheiro, será instaurado processo administrativo disciplinar "o qual poderá culminar inclusive em exoneração do cargo ocupado nesta Câmara de Vereadores." (Foto: Divulgação/Câmara Municipal de Campina Grande)

Por

A Controladoria Geral da União alertou a Câmara Municipal de Campina Grande do cadastro de 49 funcionários no auxílio emergencial do Governo Federal, de forma indevida. São assessores parlamentares e alguns servidores efetivos, de acordo com confirmação feita ao ClickPB pela procuradora da Casa, Cassimira Alves Vieira, nesta sexta-feira (10).

"Notificamos os referidos servidores para estes procederem a devolução dos valores recebidos indevidamente, nos termos da Orientação CGU nº 11/2020, para tanto lhes foi concedido um prazo de 10 dias para comprovarem a devolução dos respectivos valores", explicou ao ClickPB a  procuradora da Câmara Municipal de Campina Grande.

Ainda segundo a procuradora Cassimira Alves, se o prazo for encerrado sem que o servidor devolva o dinheiro, será instaurado processo administrativo disciplinar "o qual poderá culminar inclusive em exoneração do cargo ocupado nesta Câmara de Vereadores."

Também no caso de descumprimento, as conclusões do inquérito administrativo podem ser enviadas ao Ministério Público Federal e Polícia Federal para a instauração de inquérito penal e responsabilização penal.

Veja também

Quase 3 mil servidores da Prefeitura de Campina Grande receberam mais de R$ 2 milhões do auxílio emergencial e deverão devolver dinheiro

Após denúncias, Ministério Público Federal investiga 77 pessoas acusadas de fraudar auxílio emergencial

Ao programa Arapuan Verdade desta sexta-feira, a presidente da Câmara, Ivonete Ludgério, informou que mais da metade dos servidores notificados já executou o processo de devolução dos valores.

O Governo Federal está prestando assistência às pessoas financeiramente vulneráveis durante a pandemia do novo coronavírus. Está sendo concedido, através de cadastro já encerrado, parcelas de R$ 600 para que os desempregados e outras pessoas em situação precária de renda possam se manter neste período de isolamento social. As mães solteiras têm direito a parcela de R$ 1.200.

A procuradora também informou ao ClickPB que, "quando do recebimento da notificação aqui mencionada, cerca de 50% dos ditos servidores já apresentaram no momento da notificação os respectivos comprovantes de devolução e quanto aos demais comprometeram-se em fazê-lo antes do final do prazo concedido, de tudo dando ciência a esta Câmara."

Os comprovantes serão enviados à CGU. "Ao final do prazo, todos os comprovantes de devolução serão encaminhados a CGU. E quanto aos que porventura não o fizerem, como dito anteriormente, haverá a instauração de processo administrativo disciplinar o qual poderá culminar inclusive em exoneração do cargo ocupado nesta Câmara de Vereadores nos termos do que dispõe o Estatuto dos Servidores Públicos do Município."

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal ClickPB não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.

Destaque

ir para editoria →

Ex-senador Ivandro Cunha Lima fratura o fêmur durante acidente em casa e passa por cirurgia em Campina Grande

Candidatos à Prefeitura de João Pessoa já receberam doações de mais de R$ 6,7 milhões; Ruy, Edilma e João lideram com mais de R$ 1 milhão

João Azevêdo diz que Bolsonaro tomou "decisão impensada" ao cancelar compra da CoronaVac: "vacina não é de direita ou de esquerda"

Anísio Maia promete democratizar saúde, dobrar salários de professores e garante presença de Lula no seu guia