Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Repetindo o irmão

Ciro Gomes é hostilizado em evento da UNE e dispara: “Lula está preso, babaca”

Derrotado no primeiro turno das últimas eleições presidenciais, ele foi chamado de corrupto, mas negou as acusações e ainda atacou Lula com uma frase dita por seu irmão, Cid Gomes.

Ciro Gomes é hostilizado em evento da UNE e dispara: “Lula está preso, babaca” (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

Por

Convidado para ser palestrante na Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE) nesta quinta-feira (7), em Salvador, Ciro Gomes (PDT) acabou hostilizando por algumas pessoas presentes no evento. Derrotado no primeiro turno das últimas eleições presidenciais, ele foi chamado de corrupto, mas negou as acusações e ainda atacou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com uma frase marcante dita por seu irmão Cid Gomes durante a campanha do ano passado. As informações são do jornal O Povo.

“Eu estou solto. Eu sou limpo, eu sou limpo. Lula está preso, babaca”, afirmou Ciro Gomes. “Desculpa, não sou eu que condenei o Lula, não está na minha mão liberar o Lula. Eu avisei que se a direita ganhasse as eleições, o Lula ia ficar encarcerado por muito mais tempo”, completou.

Ciro Gomes ainda aproveitou para comentar sobre a derrota do PT nas últimas eleições para Jair Bolsonaro (PSL). “Todo mundo pode vomitar paixão que quiser, mas enquanto a gente ficar assim, acreditando em minorias ínfimas, esmagadoramente derrotadas que fomos… companheiros, nós fomos humilhantemente derrotadas por essa estratégia, insistir nela afunda o Brasil”, declarou.

O pedetista participou da mesa “Os desafios da conjuntura para o desenvolvimento nacional” ao lado da líder indígena Sônia Guajajara, de Luciana Santos, vice-governadora de Pernambuco, e Ivan Alex, secretário nacional de Movimentos Sociais do PT.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Presos na Operação Xeque-Mate, Leto Viana e outros réus devem ser soltos após decisão da Justiça

Delator diz que foi 'quase que coagido' a 'construir relato' sobre sítio usado por Lula

Datafolha: Maioria se opõe a plano de Bolsonaro para o trânsito

Conselho de ética do PSB abre processo contra deputados pró-reforma