Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Na folha

Denúncia aponta parentes de vereadores e aliados em cargos comissionados na Prefeitura de CG

De acordo com as denúncias, os aliados do governo de Romero Rodrigues estão lotados no Gabinete do Prefeito e na Câmara de Campina Grande.

Dentre os parentes identificados estão a esposa do deputado estadual Moacir Rodrigues e cunhada do prefeito Romero Rodrigues (Foto: Walla Santos)

Por

Pelo menos 12 parentes de vereadores e de pessoas ligadas ao alto escalão político de Campina Grande estão inseridos na folha de pessoal do município com gordos salários. Os vencimentos chegam a passar de R$ 14 mil.

O suposto 'trem da alegria' nas indicações para cargos comissionados foi denunciado através das redes sociais. O perfil no Instagram do Observatório de Campina Grande divulgou revelou os salários dos funcionários do município e as suas ligações pessoais com a base do prefeito Romero Rodrigues. No mundo político, a expressão trem da alegria é adotada quando se percebe o emprego de parentes no serviço público.

De acordo com as denúncias feitas com base nos dados divulgados pelo sistema Sagres, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), os aliados do governo de Romero Rodrigues estão lotados no Gabinete do Prefeito e na Câmara de Campina Grande.

Dentre os parentes identificados estão a esposa do deputado estadual Moacir Rodrigues e cunhada do prefeito Romero Rodrigues. Giovanna Karla Barros Fernandes do Carmo está lotada no Gabinete do prefeito e tem salário de R$ 14.196.

Também estão na lista esposas, filhos e filhas e primos de vários vereadores de Campina Grande que compõem a base de apoio do prefeito Romero Rodrigues.

O coordenador de Comunicação da Prefeitura, Marcos Alfredo, disse que as denúncias foram feitas por meio de uma ferramenta apócrifa, ou seja, de forma anônima, e de forma maliciosa, por isso "não merece sequer a atenção de uma resposta, quando alguém manipula os dados em favor de interesses políticos", uma vez que houve "má fé" no fato da divulgação ter trazido o mês de dezembro, quando é pago o décimo terceiro, aparentando salários maiores desses funcionários. 

Veja quem são os parentes apontados na denúncia:

Giovanna Karla Barros Fernandes do Carmo – esposa do deputado Moacir Rodrigues e cunhada de Romero Rodrigues receberia do Gabinete do prefeito um salário de R$ 14.196.



Crizane Xavier de Paula – esposa do vereador Saulo Germano. Gabinete do prefeito. Salário de R$ 13.023.


Karla Medeiros Villarim – esposa do vereador Alcindor Villarim. Lotada no gabinete do prefeito com salário de R$ 13.363.


Simone Keyla Torres di Pace – cunhada da vereadora Ivonete Ludgério. Lotada na Câmara de Campina Grande com salário de R$ 11.200.


Edmundo Amorim – primo do deputado Manoel Ludgério. Lotado na Câmara de Campina Grande recebeu em outubro de 2018 R$ 11.200.


Tales Pereira de Albuquerque – filho do vereador Teles Albuquerque. Lotado na Secretaria de Ciência, Tecnologia e Informação. Salário de R$ 8.420.


Selda Maria Almeida Pimentel – esposa do vereador Pimentel. Câmara Municipal de Campina Grande. novembro de 2018: R$ 6 mil.


Fabiana Camelo da Silva – esposa do vereador Nelson. Gabinete do Prefeito. Salário de dezembro de 2018: R$ 9.956


Gustavo Henrique Ribeiro – ex-secretário de Esportes, ligado ao grupo de Daniella Ribeiro. Gabinete do prefeito em dezembro de 2018: R$ 10.156.


Aretusa Gomes da Silva – esposa do vereador Márcio Rodrigues, primo do prefeito Romero Rodrigues. Gabinete do prefeito no mês de novembro: R$ 4.578. Dezembro de 2018: R$ 9.156.


Bárbara Farias Lopes de Andrade – sobrinha de Ivonete Ludgério. Gabinete do prefeito em dezembro de 2018 recebeu R$ 9.156.


Cassiano Pascoal – filho da ex-secretária de Saúde Tatiana Medeiros. Recebeu na STTP em dezembro de 2018: R$ 11.553,04.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Desembargador suspende processo de cassação do mandato do vereador José Eudes

CCJ considera que revogação do título de cidadão pessoense a Bolsonaro é inconstitucional

CCJ aprova projeto de Eliza Virgínia que proíbe mulheres trans em times femininos

Roberto Paulino revela que fechou com João Azevêdo e só faltam alguns detalhes para o anúncio