Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Na folha

Denúncia aponta parentes de vereadores e aliados em cargos comissionados na Prefeitura de CG

De acordo com as denúncias, os aliados do governo de Romero Rodrigues estão lotados no Gabinete do Prefeito e na Câmara de Campina Grande.

Dentre os parentes identificados estão a esposa do deputado estadual Moacir Rodrigues e cunhada do prefeito Romero Rodrigues (Foto: Walla Santos)

Por

Pelo menos 12 parentes de vereadores e de pessoas ligadas ao alto escalão político de Campina Grande estão inseridos na folha de pessoal do município com gordos salários. Os vencimentos chegam a passar de R$ 14 mil.

O suposto 'trem da alegria' nas indicações para cargos comissionados foi denunciado através das redes sociais. O perfil no Instagram do Observatório de Campina Grande divulgou revelou os salários dos funcionários do município e as suas ligações pessoais com a base do prefeito Romero Rodrigues. No mundo político, a expressão trem da alegria é adotada quando se percebe o emprego de parentes no serviço público.

De acordo com as denúncias feitas com base nos dados divulgados pelo sistema Sagres, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), os aliados do governo de Romero Rodrigues estão lotados no Gabinete do Prefeito e na Câmara de Campina Grande.

Dentre os parentes identificados estão a esposa do deputado estadual Moacir Rodrigues e cunhada do prefeito Romero Rodrigues. Giovanna Karla Barros Fernandes do Carmo está lotada no Gabinete do prefeito e tem salário de R$ 14.196.

Também estão na lista esposas, filhos e filhas e primos de vários vereadores de Campina Grande que compõem a base de apoio do prefeito Romero Rodrigues.

O coordenador de Comunicação da Prefeitura, Marcos Alfredo, disse que as denúncias foram feitas por meio de uma ferramenta apócrifa, ou seja, de forma anônima, e de forma maliciosa, por isso "não merece sequer a atenção de uma resposta, quando alguém manipula os dados em favor de interesses políticos", uma vez que houve "má fé" no fato da divulgação ter trazido o mês de dezembro, quando é pago o décimo terceiro, aparentando salários maiores desses funcionários. 

Veja quem são os parentes apontados na denúncia:

Giovanna Karla Barros Fernandes do Carmo – esposa do deputado Moacir Rodrigues e cunhada de Romero Rodrigues receberia do Gabinete do prefeito um salário de R$ 14.196.



Crizane Xavier de Paula – esposa do vereador Saulo Germano. Gabinete do prefeito. Salário de R$ 13.023.


Karla Medeiros Villarim – esposa do vereador Alcindor Villarim. Lotada no gabinete do prefeito com salário de R$ 13.363.


Simone Keyla Torres di Pace – cunhada da vereadora Ivonete Ludgério. Lotada na Câmara de Campina Grande com salário de R$ 11.200.


Edmundo Amorim – primo do deputado Manoel Ludgério. Lotado na Câmara de Campina Grande recebeu em outubro de 2018 R$ 11.200.


Tales Pereira de Albuquerque – filho do vereador Teles Albuquerque. Lotado na Secretaria de Ciência, Tecnologia e Informação. Salário de R$ 8.420.


Selda Maria Almeida Pimentel – esposa do vereador Pimentel. Câmara Municipal de Campina Grande. novembro de 2018: R$ 6 mil.


Fabiana Camelo da Silva – esposa do vereador Nelson. Gabinete do Prefeito. Salário de dezembro de 2018: R$ 9.956


Gustavo Henrique Ribeiro – ex-secretário de Esportes, ligado ao grupo de Daniella Ribeiro. Gabinete do prefeito em dezembro de 2018: R$ 10.156.


Aretusa Gomes da Silva – esposa do vereador Márcio Rodrigues, primo do prefeito Romero Rodrigues. Gabinete do prefeito no mês de novembro: R$ 4.578. Dezembro de 2018: R$ 9.156.


Bárbara Farias Lopes de Andrade – sobrinha de Ivonete Ludgério. Gabinete do prefeito em dezembro de 2018 recebeu R$ 9.156.


Cassiano Pascoal – filho da ex-secretária de Saúde Tatiana Medeiros. Recebeu na STTP em dezembro de 2018: R$ 11.553,04.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Câmara de Bayeux retoma sessão que julga pedido de cassação de Berg Lima

Governo Bolsonaro já responde a nove ações judiciais após erros no Enem

Presidente da Câmara de Bayeux suspende sessão que julga pedido de cassação de Berg Lima

TJPB adia decisão que pode mandar caso de Gilberto Carneiro para a Justiça Eleitoral