Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Repercussão

"Ela tem seus ideais e não discuto", diz presidente da Câmara de João Pessoa sobre discurso antivacina da vereadora Eliza

Segundo Dinho, a recomendação da parlamentar para pais de crianças e adolescentes não vacinarem seus filhos é uma opinião pessoal.

Presidente da Câmara de João Pessoa, Dinho, em sessão ordinária.

Por

O presidente da Camâra de João Pessoa, Dinho (Avante), disse nesta quinta-feira (23) que o pronunciamento da vereadora Eliza Virgínia (PP) sobre a recomendação para pais de crianças e adolescentes não vacinarem seus filhos é uma opinião pessoal.

"Ela tem seus ideais e não discuto. Política, religião e futebol cada um tem um pensamento. Agora, na minha opinião, pelo contrário, temos que vacinar. A Câmara Municipal fez campanhas, inclusive, para incentivar a vacinação e cedemos a sede para que a população posse se vacinar e fazer o teste rápido", disse.

Em discurso no plenário da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) na manhã desta quinta-feira (23), a parlamentar reafirmou o caráter "experimental" das vacinas e que, por isso, "não vacinaria" um filho menor de idade, caso tivesse.

"Ontem, o Ministério da Saúde liberou novamente a vacinação para adolescentes de 12 a 17 anos. Vacine quem quiser vacinar seus filhos, mas eu não vacinaria, porque são experimentais, são poucas vacinas e é melhor guardar para faixa etária mais alta do que dar para crianças e adolescentes, que têm casos muito raros de complicação de covid", disse.

A polêmica teve início nesta quarta-feira (22) em vídeo divulgado no Instagram da vereadora, em que ela recomendava aos pais de crianças e adolescentes a não vacinarem seus filhos. "Se eu tivesse um filho menor de 18 anos eu não daria vacina principalmente por conta que essa vacina é experimental, o custo-benefício é muito baixo. Quer botar seu filho em risco? Coloque", disse.

Sem punição

De acordo com Código de Ética e Decoro Parlamentar da CMJP, estará sujeito ao processo e às medidas disciplinares qualquer vereador que descumprir os deveres inerentes a seu mandato, ou praticar ato que afete a sua dignidade.

Porém, a atual legislatura ainda não instalou o Conselho de Ética e, portanto, a Casa Legislativa não tem como responder por qualquer infração de conduta ética parlamentar que possa vir a ocorrer com os atuais vereadores sem a constituição dessa comissão.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Prefeita de Conde diz que recebe com surpresa decisão que cassa seu mandato e que falha nas contas de campanha foi corrigida

Márcia Lucena diz que Justiça expõe "práticas fora da lei" ao cassar chapa da prefeita Karla Pimentel em Conde

Márcia Lucena diz que aguarda presidente da Câmara para tomar posse na Prefeitura de Conde após cassação da prefeita: "decisão é clara"

Juíza diz que cassação e afastamento da prefeita de Conde são imediatos, mesmo com chances de recursos no TRE-PB e TSE