Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Desabafo

Em carta renúncia, Sales Júnior diz que sente 'impotência' financeira na Prefeitura de Patos

Sales Júnior agradeceu à equipe de secretários e coordenadores, aos deputados Hugo Motta, Nabor Wanderley, e ao Governo do Estado pelas parcerias firmadas dentro das possibilidades.

Sales protocolou pedido de renúncia do cargo de presidente da Câmara e, consequentemente, de prefeito interino, nesta terça-feira (20) (Foto: Divulgação/Ascom Prefeitura de Patos)

Por

O então prefeito interino de Patos e presidente da Câmara Municipal, Sales Júnior, divulgou carta renúncia em diz que sentir "impotência" de "dotações orçamentárias" em algumas secretarias e que isso inviabiliza o bom andamento dos trabalhos da administração pública.

Ele protocolou pedido de renúncia do cargo de presidente da Câmara e, consequentemente, de prefeito interino, nesta terça-feira (20). Sales Júnior assumiu a Prefeitura de Patos em 6 de abril deste ano, após renúncia do interino Bonifácio Rocha, que estava sucedendo Dinaldinho Wanderley, até então afastado da titularidade da função, após ser alvo de investigação.

Saiba mais

Prefeito de Patos renuncia ao cargo após quatro meses de gestão

Secretário de Finanças de Patos vai assumir cargo de prefeito após renúncia de Sales Júnior

Após renúncia de prefeito, Câmara de Patos deve ter eleição na quinta e dois vereadores são apontados como candidatos

Na carta, Sales Júnior fez um balanço do trabalho desenvolvido enquanto esteve à frente da Prefeitura de Patos, agradeceu à equipe de secretários e coordenadores, aos deputados Hugo Motta, Nabor Wanderley, e ao Governo do Estado pelas parcerias firmadas dentro das possibilidades.

"Sinto-me com o sentimento de impotência, não pelo clima de instabilidade política e jurídica, mas devido à ausência de dotações orçamentárias já em algumas secretarias, a exemplo da Secretaria de Serviços Públicos, Infraestrutura e comprometendo o pagamento de servidores conforme informou nossa contabilidade através de alerta, e por isso, não podendo mais seguir adiante sem autorização legislativa como determina o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba", afirmou Sales Júnior, na carta.

Sales dirigiu-se à presidente interina da Câmara Municipal e a todos os patoenses renunciando ao comando do Legislativo, saindo da linha sucessória ao cargo de prefeito de Patos.

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Empresários marcavam encontros para partilha dos valores desviados através de grupo no WhatsApp, aponta PF

Bolsonaro nega ‘lista negra’ com traidores do PSL e cobra transparência no partido

Julian processará advogado após acusação de venda do diretório do PSL: "o preço você vai pagar na Justiça"

Tovar diz que achou correto Estela se pronunciar sobre Operação Calvário e que ainda é prematuro avaliar denúncia