Novidade que vem por aí

A Rede Click vai trazer muitas novidades. Você vai poder enviar notícias através do VCnoClick, anunciar gratuitamente seus produtos e serviços no Click Classificados e concorrer a prêmios com o Click Vantagens.

Deixe seu contato e seja um dos primeiros a ser avisado quando a Rede Click entrar no ar!

Por favor insira um e-mail válido
Contato registrado com sucesso!

Política

Política - Últimas Notícias do Mundo Político | ClickPB ir para editoria →

Eleições 2020

Gleisi Hoffmann acusa Anísio Maia de romper com democracia e diz que Ricardo Coutinho é alvo de armação

Segundo nota do PT, "no caso de João Pessoa, é a candidatura de Ricardo Coutinho que pode unir uma frente de oposição ao governo Bolsonaro e defender os interesses da população."

"O PT vai recorrer contra mais uma intervenção indevida do Judiciário da Paraíba em decisões internas tomadas democraticamente pela direção nacional do partido", disse o PT nacional, em nota. (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

Por

A presidente do PT nacional, Gleisi Hoffmann, emitiu nota em que critica a decisão do juiz Fábio Leandro de Alencar Cunha, da 64ª Zona Eleitoral, o qual suspendeu a intervenção do PT nacional no diretório municipal do PT em João Pessoa. O magistrado entendeu que a intervenção foi ilegal e abusiva, conforme apurou o ClickPB.

Em nota enviada ao Arapuan Verdade, nesta terça-feira (20), Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, e Paulo Teixeira, secretário geral do partido, pontuaram que o PT vai recorrer da decisão e que foi uma interferência indevida do Judiciário da Paraíba em assuntos internados.

"O PT vai recorrer contra mais uma intervenção indevida do Judiciário da Paraíba em decisões internas tomadas democraticamente pela direção nacional do partido. A intervenção no diretório municipal de João Pessoa foi decidida por ampla maioria, com base nos estatutos e resoluções anteriores do PT sobre o lançamento de candidaturas nas Eleições Municipais.", disse o PT nacional, em nota.

Saiba mais

Juiz eleitoral suspende intervenção de diretório nacional do PT e determina retorno de Giucélia Figueiredo à presidência do partido em João Pessoa: ato ilegal e abusivo

Ainda segundo o comunicado", no caso de João Pessoa, é a candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho que pode unir uma frente de oposição ao governo Bolsonaro e defender os interesses da população."

O diretório nacional alega existir uma armação contra Ricardo, candidato a prefeito apoiado pelo PT nacional, e que Anísio rompeu com a democracia partidária. "O PT não será cúmplice da armação do Governo da Paraíba e da direita para prejudicar Coutinho. É isso que significa a candidatura de Anísio, que rompeu com a democracia partidária. O PT tem lado e é o lado do povo de João Pessoa."

Compartilhe:

Comentários (0)

Comentar

Destaque

ir para editoria →

Luciano Cartaxo faz balanço da gestão e garante deixar recursos em caixa para execução de projetos e obras em andamento em João Pessoa

Prefeito eleito de Patos, Nabor Wanderley, se reúne com equipe de transição e prefeito atual da cidade nesta quarta-feira

Toffoli suspende decreto que propõe separar alunos com deficiência

Ministério Público denuncia ex-prefeito de Pilõezinhos e parentes por desvio de verba pública